Na noite do último sábado (15) uma vendedora de balões foi arrastada por cerca de 100 metros após negar produto de graça para um homem que passava no local. O caso ocorreu em Taguatinga, no Distrito Federal. A idosa, Marina Izidoro de Morais, de 73 anos, estava em um local onde ocorria uma festa junina. Em determinado momento uma Mercedes-Benz se aproximou de onde ela estava realizando as vendas de seus balões.

Publicidade
Publicidade

Ao encostar o carro próximo à vendedora, o homem pediu para que ela lhe desse um balão. Ela explicou ao homem que os balões eram parte de suas vendas, e que ela não poderia deixar de vender para ele que lhe faria falta. Ela revelou então que o homem havia lhe dito que só tinha dinheiro para pagar por um balão no momento. Dito isto, a mulher se virou para separar o balão que iria vender para o motorista da Mercedes-Benz.

Publicidade

Em seguida, a mulher que acompanhava o homem no banco do passageiro, puxou o balão da mão de Marina, e, em seguida o homem arrancou com o carro e fechou o vidro. Porém, os balões que ela estava vendendo estavam todos amarrados em seu braço. Com isso a idosa acabou sendo arrastada pelo carro por cerca de 100 metros do local, e só conseguiu se livrar no momento em que os balões se soltaram de seu braço e ela se viu livre do carro que a arrastava. Segundo foi informado pela idosa após o acontecimento, testemunhas do caso anotaram a placa do carro do homem.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Testemunha pede para não ser identificada

Uma mulher que foi testemunha da agressão, e pediu para não ser identificada, relatou que o carro seguiu em alta velocidade na direção em que estava após a idosa conseguir se desvencilhar dos balões que a prendiam ao carro. Foi relatado também pela testemunha que o carro seguiu em direção à Avenida Comercial, e que acabou passando direto por um sinal vermelho.

O homem e o carro utilizado no momento do crime não foram localizados até o presente momento.

Logo após o crime, a idosa foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. Ela foi encaminhada para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Devido ao ocorrido, a idosa sofreu vários machucados pelo seu corpo, precisou de ser socorrida e levada para o hospital para que os machucados resultantes da situação fossem tratados.

Publicidade

Após ser socorrida, a idosa afirmou que está bem e que considera que nasceu de novo, pois havia pensado que iria morrer ao ser arrastada pelo carro. A idosa sofreu apenas escoriações e seu estado de saúde no momento está estável.

A respeito do crime, ele foi registrado como lesão corporal na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). Até o momento o suspeito de ter cometido este crime ainda não foi identificado e localizado para prestar os devidos depoimentos a respeito do caso.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo