Nos últimos dias têm circulado pela internet um vídeo onde um casal está sendo agredido por policiais militares. O caso ocorreu na Rua Tripoli, na Vila Leopoldina, na Zona Oeste de São Paulo. Após o acontecido, a Polícia Militar informou que os policiais envolvidos neste caso foram afastados de seus cargos e a situação foi de cunho de ‘flagrante descumprimento de protocolos’. O vídeo repercutiu nas redes sociais e foi compartilhado por usuários no Twitter.

A agressão

No vídeo feito do momento em que os policiais aparecem junto aos carroceiros, pode-se ver que ambos aparecem dando socos e chutes no casal. Não só o homem, mas também a mulher foi agredida pelos policiais. Ela também sofreu com os chutes e socos deferidos pelos dois policiais, que tentavam, no momento que foi registrado em vídeo, imobilizar o homem. O vídeo mostra a sucessão de agressões feitas pelos policiais ao casal.

Testemunhas relataram que o carroceiro, Marcelo Partes Bueno, deixou sua carroça estacionada logo na rampa de um supermercado. Ele estava no interior do local, onde fazia compras. Neste momento, uma cliente chegou ao local e pediu para que o carroceiro retirasse do local a carroça para que ela pudesse estacionar. A carroça foi retirada por Marcelo, e colocada logo atrás do carro da cliente. A mulher, ao adentrar no supermercado, disse que daria dinheiro para o casal, como foi relatado por testemunhas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Curiosidades

Ao retornar ao local, porém, disse que não daria o dinheiro ao casal, e lhes disse para que retirassem a carroça do local, o que não foi feito por eles.

Polícia acionada

Após o desentendimento, a Polícia Militar foi chamada até o local. A respeito dos policiais envolvidos neste caso, a PM divulgou uma nota relatando que os dois foram afastados de seus cargos até que a investigação a respeito do acontecimento tenha o seu fim.

Segundo foi informado na nota, a Corregedoria está apurando, através de um inquérito aberto na Policia Militar, a respeito do caso.

Eles relataram também que a polícia foi chamada por ter recebido uma queixa de que um homem presente no local estaria provocando desordem e que estava desequilibrado. Durante a abordagem feita pelos policiais o homem se mostrou resistente e foi necessário ser feito o uso de força para que ele fosse contido, mas que, mesmo assim, a ação feita pelos policiais mostra um flagrante descumprimento dos protocolos.

Os policiais também registraram queixa a respeito do carroceiro. Logo após o acontecimento no último sábado (15) o homem foi levado pela polícia preso em flagrante e agora irá responder por processos de extorsão, resistência à prisão e desacato a autoridade. No domingo (16), o carroceiro havia sido liberado após passar pela audiência de custódia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo