Um dia após ter sido empurrado de cima de um altar por uma mulher enquanto celebrava uma missa em Cachoeira Paulista, em São Paulo, padre Marcelo Rossi falou um pouco a respeito da situação e de medidas que foram tomadas por ele.

Segundo o religioso, a respeito deste triste fato, o melhor a se fazer no momento e o melhor boletim de ocorrência que ele poderia prestar contra a mulher seria "Bíblia e oração". E para aquelas vítimas de calúnia, esta queixa deveria ser registrada em uma capela.

Sem Boletim de Ocorrência

A respeito de registrar uma queixa pela agressão sofrida, o padre revelou que não pretende tomar esta atitude. Porém, o caso no momento já está sendo investigado por policiais da Polícia Civil.

O caso foi registrado pela polícia como sendo lesão corporal. Apesar do padre afirmar que não registrou e nem pretende registrar uma queixa a respeito da agressão, a Canção Nova registrou um boletim de ocorrência sobre o caso.

A organizadora do evento onde o padre foi atacado pela mulher registrou o boletim de ocorrência na polícia a respeito da violência sofrida pelo padre no último domingo (14), durante a celebração.

O padre deixou clara sua posição a respeito do BO e revelou que o único BO possível para ele a respeito disso é de fato a Bíblia e a oração, e que a única delegacia deverá ser uma capela. Suas intenções de registrar de fato um BO foram negadas por ele.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O vídeo em que o religioso fala a respeito de suas intenções com esta situação e sobre não querer registrar queixa foi ao ar no YouTube, na manhã desta segunda-feira (15), e já está com mais de 120 mil visualizações.

Ainda na postagem feita, ele conta que sente não ter se ferido de alguma forma grave com a queda devido ao empurrão, foi quase que um milagre. A altura da qual o padre foi empurrado é de quase 2 metros. O padre teve apenas leves escoriações e nenhum ferimento mais grave.

Entenda o caso

A declaração dada por ele foi logo após ter sido agredido pela mulher que o empurrou do palco durante a celebração do último domingo (14). Ele estava realizando uma missa no momento para finalizar um acampamento da Canção Nova quando foi surpreendido com a mulher que chegou correndo por trás dele e o empurrou de cima do palco.

A mulher acabou conseguindo passar pela segurança do local para conseguir acesso até o palco onde o padre estava celebrando a missa.

E foi aí que ela invadiu o palco e conseguiu empurrar o religioso de cima. O vídeo em que mostra o momento em que a mulher invade o palco foi amplamente divulgado pelas redes sociais logo após o ocorrido. Muitas pessoas se chocaram com a situação. As pessoas que estavam no local da missa podem ser vistas no vídeo em choque com o acontecimento, e até mesmo alguns gritos de desespero e susto são ouvidos vindo dos fiéis que lá estavam.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo