Um homem teve uma grande surpresa ao abrir a caixa de sabão em pó que havia acabado de comprar em um pequeno comércio no bairro de Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo. Ao invés de produto para lavar roupas, dentro da embalagem havia cocaína. Outras pessoas também tiveram o mesmo problema nesta segunda-feira (15).

Ao notar que tinha algo errado com o produto, e ainda sem saber o que realmente continha na caixa, o comprador retornou até o estabelecimento com o objetivo de trocar o produto, mas ele acabou sendo ameaçado pelo dono do mercado.

Já um segundo cliente, ao descobrir o que havia dentro da caixa, levou-a até o 62º Distrito Policial para informar a Polícia.

De posse das informações, policiais se dirigiram até o mercado e ao chegarem flagraram alguns homens descarregando mais caixas de sabão em pó de uma caminhonete. Ao notarem a aproximação dos PMs os homens tentaram fugir, mas foram capturados.

"Três tentaram fugir a pé e o dono do comércio acelerou a caminhonete", disse a tenente Ana Tomaz, do segundo batalhão da PM.

A caminhonete acabou batendo em um carro que estava estacionado na rua Serra de Itaqueri e o condutor, que é um dos donos do mercado, de 49 anos, foi preso.

Dento do estabelecimento os policiais encontram outras 30 caixas de sabão em pó recheadas de cocaína. Todo o material foi apreendido, além da caminhonete. Cerca de 80 quilos de pasta base da droga, que ainda seria processada para depois ser consumida, foram aprendidos e seu valor estimado é de R$ 1 milhão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Estabelecimento funcionava de forma legal

O delegado Olívio Lira comentou disse que o estabelecimento funcionava de forma lícita. A suspeita é que um dos sócios do estabelecimento seja traficante e a polícia agora irá investigar a origem da droga e para onde ela seria enviada.

"A forma em que a droga foi armazenada indica que é uma quadrilha especializada", disse o delegado que acredita que o mercado servia apenas de fachada para dificultar a ação da polícia "Vamos identificar os donos da razão social do mercado", disse Lira.

Após a prisão em flagrante dos quatro suspeitos, o supermercado foi fechado.

Apreensões de drogas batem recorde no estado

Dados da Secretaria da Segurança Pública revelaram que a apreensão de drogas nos cinco primeiros anos de 2019 foi recorde no estado de São Paulo. De janeiro a maio, as polícias civil e militar apreenderam justas 68,7 toneladas de drogas, o que significa um aumento de 37% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram apreendidas 50,3 toneladas.

O recorde anterior era do ano de 2015, quando nesse mesmo período a polícia tirou de circulação 63,9 toneladas de drogas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo