Na segunda-feira (22), um homem de 39 anos foi preso em Juara, cidade que fica a 690 km de Cuiabá, após suspeitas de que ele teria abusado durante algum tempo suas filhas de 11 e 13 anos. A Polícia chegou até o suspeito após a mãe das vítimas encontrar em um celular de uso comum do homem fotos nuas de uma das filhas e denunciá-lo às autoridades.

Conforme informações da polícia, a mãe encontrou no celular fotos da filha de 11 anos com o órgão genital sendo tocado pelo próprio pai. Na foto, a menina aparentava estar dormindo.

O caso começou a ser investigado e descobriu-se que a filha mais velha também era abusada.

Ela contou que o pai abusava dela desde os seis anos.

Na prisão, o pai afirmou que chegou a tirar as fotos, entretanto, nunca teria abusado das filhas. Contudo, o homem teria confessando à polícia que há alguns meses levou uma de suas filhas para aprender a andar de moto e acabou abusando dela em um local afastado da cidade.

O pai será encaminhado para a cadeia pública de Juara, após a audiência de custódia, e o inquérito tem previsão de ser concluído em até 10 dias.

Outro caso

Na cidade de Rosário, região metropolitana de São Luís (MA), a polícia prendeu Alexandre Bezerra Rosa. Segundo as informações, ele teria abusado da enteada de apenas 11 anos.

Moradores teriam acionado a polícia. De acordo com informações da polícia, o suposto agressor cometia os atos ilícitos desde que a menina tinha 10 anos.

Segundo a polícia, Alexandre chegou a confessar os abusos, mas não foi preso de imediato.

Alexandre acabou sendo preso no sábado (21) e foi encaminhado ao presídio de Rosário.

Homem é preso suspeito de abusar de enteada em MT

Na noite da última terça-feira (23), um outro homem, de 43 anos, também foi preso após supostamente abusar da enteada de 14 anos, em Cuiabá.

Conforme informações da Polícia Militar, o caso teria acontecido numa região rural da capital, na Estrada do Aricá.

A polícia foi acionada e encontrou a vítima atordoada. Ela avisou aos policiais que o seu padrasto tentou cometer o abuso. Segundo o depoimento da vítima, o padrasto a chamou para realizar um serviço, no entanto, a levou para um local afastado e tentou o abuso.

De acordo com a vítima, o padrasto teria lhe oferecido dinheiro em troca do abuso, no valor de R$ 1 mil. Ela conseguiu fugir após a recusa e avisou aos policiais que o abuso iria acontecer no próprio carro dele. A menina também disse que na semana passada foi obrigada a ingerir bebida alcoólica e, em seguida, foi abusada por ele.

O suposto agressor foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde já tinha antecedentes criminais por abuso da própria enteada.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!