Foram sepultados na manhã da última quinta-feira (15) os corpos de Amanda Deucher, de 11 anos, e sua mãe, Simone Feuser, de 32, mortas na noite desta terça-feira (13), após uma discussão familiar ocorrida em um condomínio na rua Getúlio Vargas, em Ibirama (SC).

Os corpos das vítimas foram enterradas no Cemitério Católico, em Presidente Getúlio, no Vale do Itajaí. O pai da criança, Vitor Paulo Deucher, de 39 anos, que estava separado da mãe, é o principal suspeito de cometer o crime.

Após o corrido, ele teria se jogado do quinto andar do apartamento e também morreu. O corpo de Vitor foi enterrado na quarta-feira (14). Segundo a Polícia, o homem não tinha nenhum registro criminal e nenhuma queixa na delegacia contra ele.

De acordo com o delegado responsável pela investigação do caso, Leonardo Marcondes Machado, da Delegacia de Polícia de Ibirama, os peritos irão investigar os telefones celulares do casal, encontrados no interior do apartamento da família, para tentar encontrar algo que comprove os homicídios praticados pelo ex-marido de Simone.

"Já estamos analisando as conversas telefônicas do casal e também colhemos o depoimento de outras quatro pessoas, entre colegas e vizinhos, mas não podemos dizer muito sobre os detalhes desses depoimentos para não atrapalhar as investigações", explica o delegado Machado.

Outras três pessoas também foram convocadas a depor na delegacia para que a polícia possa tentar entender melhor as circunstâncias das mortes. Imagens das câmeras de segurança do condomínio e do prédio também serão examinadas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Vizinhos chamaram PM e bombeiros

Por volta das 22h15 da última terça-feira (13), policiais militares e bombeiros teriam sido chamados por vizinhos ao perceberem o corpo de um homem caído em frente ao bloco B do condomínio. Após a chegada dos socorristas, o homem que ainda estava vivo, e com suspeitas de ter se jogado do prédio, acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no local.

Os vizinhos também mencionaram aos bombeiros que uma mulher e uma criança também estavam feridas no corredor do 5° andar de um prédio, mas ao chegarem no local indicado, os bombeiros constataram que as vítimas já estavam sem vida.

Segundo os agentes da Polícia Militar, o corpo da menina foi encontrado ao lado da mãe. Ambas as vítimas estavam com vários ferimentos pelo corpo, causados por golpes de faca.

Os policiais também não encontraram nenhum sinal de arrombamento no imóvel o que demonstra que o suspeito teria tido livre acesso ao local. O caso está sendo investigado inicialmente pelas autoridades como duplo homicídio e tentativa de tirar a própria vida.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo