Ao logo da sua carreira, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho se envolveu em algumas polêmicas. Agora, ele se envolveu em mais uma, após ser nomeado embaixador do Turismo brasileiro. Segundo o portal G1, na última quinta-feira (5) o ex-jogado foi nomeado embaixador pela Embratur para ser mais um representante no Brasil. Porém, o fato que gerou a polêmica é que Ronaldinho Gaúcho está com seus passaportes, tanto o brasileiro quanto o espanhol, retidos pela Justiça.

Os documentos foram retidos por causa de uma condenação na Justiça do Rio Grande do Sul por danos ao meio ambiente. Não é mais permitido ao ex-atleta renovar esses documentos até pagar a multa estipulada. Ronaldinho não vai ser funcionário, e sim um voluntário que ajudara nas campanhas de turismo no Brasil, incentivando a vinda de turistas.

Na página da Embratur, o ex-craque falou que a sua missão como embaixador é recuperar a imagem do Brasil internacionalmente. Por outro lado, por conta dessa condenação e não poder tirar o passaporte, não poderá viajar para o estrangeiro.

O processo

O ex-jogado e seu irmão, Roberto de Assis, tiveram uma condenação em 2015 em um processo por danos ambientais na justiça do Rio Grande do Sul. Eles não podem deixar o Brasil ou renovar os passaportes até solucionarem o caso junto à Justiça. Esse caso teve um envolvimento a construção ilegal de um trapiche, que é uma plataforma de atracadouro e pesca, na orla Guaíba, que fica em Porto Alegre.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Anitta

O local fica em área de preservação permanente e sem licenciamento ambiental. Os passaportes foram apreendidos por determinação em dezembro de 2018, como uma maneira de obrigar a família a pagar uma indenização que já passava de R$ 8,5 milhões.

A indenização, já atualizada desde 2018, está em cerca de R$ 9,5 milhões, e a defesa de Ronaldinho recorreu ao STF (Supremo Tribunal Federal), que na última segunda-feira (2) manteve essa decisão. O advogado que defende Ronaldinho, Sérgio Queiroz, confirmou ao G1 que o documento de Ronaldinho foi entregue à Justiça.

Outros nomes que também são embaixadores

Não é só Ronaldinho Gaúcho que foi nomeado como embaixador do turismo pelo Governo, outros nomes também estão nessa lista. Entre eles o cantor Amado Batista, os sertanejos Bruno & Marrone, o biólogo Richard Rasmussen e o lutador de jiu-jitsu Ranzo Gracie.

Segundo o próprio órgão do governo que cuida do turismo, trata-se de uma demonstração de patriotismo e responsabilidade perante o futuro do Brasil, sem nenhum interesse de ser financiado.

Muito diferente, continua a Embratur, do que acontecia com outros governos anteriores.

Em uma nota enviada ao G1, a Embratur esclarece que as escolhas seguiram os critérios de popularidade e os que foram escolhidos fazem o trabalho de forma totalmente voluntária. Assim, é esperado que todos eles divulguem o Brasil em suas próprias redes sociais. A expectativa da Embratur é dobrar, no atual governo, o número de turistas estrangeiros no Brasil, que hoje chega a cerca de 6 milhões de pessoas ao ano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo