Na última quarta-feira (25), Rodrigo Pereira Alves, de 37 anos, suspeito de matar a jovem Mariana Bazza, de 19 anos, foi preso. O suspeito foi localizado na cidade de Itápolis, no interior do estado de São Paulo. Na região, ele é conhecido pelo apelido de Rodriguinho.

Segundo a Polícia, Rodrigo confessou ter matado Mariana a facadas. O corpo da jovem foi encontrado também na última quarta-feira, por volta do meio-dia, após a prisão do suspeito.

A jovem estava enterrada em uma cova rasa, localizada em uma região de canavial.

O delegado Durval Izar Neto, responsável por conduzir as investigações do crime, pontuou que Rodrigo foi preso enquanto estava escondido entre alguns restos de construção. Além disso, também foi destacado pelas autoridades que durante toda a sua transferência de Itápolis para Bariri, cidade em que o crime aconteceu, o suspeito não disse absolutamente nada.

Entenda o que aconteceu

Mariana desapareceu após deixar a academia em que se exercitava. Na ocasião, a jovem estava acompanhada por uma amiga. As duas deixaram o estabelecimento juntas por volta das 8h da última terça-feira (24).

Entretanto, depois de saírem, a amiga de Mariana pegou a sua moto e seguiu para o trabalho. A jovem permaneceu no local porque percebeu um pneu vazio em seu carro. Essas informações foram fornecidas pela Polícia Civil e obtidas graças às filmagens feitas por câmeras de segurança presentes no local.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

Assim que Mariana nota o que está acontecendo com o pneu, Rodrigo chega perto dela para oferecer ajuda. De acordo com as filmagens, os dois chegaram a conversar. Após a conversa, o suspeito se encaminhou para uma área de chácara, localizada imediatamente em frente à academia de Mariana.

Ainda de acordo com as filmagens, Mariana entrou no carro e seguiu em direção à chácara. Entretanto, o carro passou uma hora no local e, posteriormente, ressurgiu nas filmagens.

Porém, devido à qualidade, não foi possível determinar quem era o motorista nessa ocasião.

Enquanto Mariana e Rodrigo conversavam, durante o episódio da troca do pneu, a jovem conseguiu tirar uma foto do suspeito. A fotografia, por sua vez, foi encaminhada para o namorado de Mariana, Jéferson Viana, que não estava na cidade durante a ocasião.

Jéferson e Airton Bazza, o pai da jovem, chegaram a acompanhar a prisão de Rodrigo.

Na ocasião, os dois precisaram ser contidos pelos policiais presentes na situação para não agredirem o criminoso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo