Neste domingo (29), por volta das 23h15, faleceu a Mulher de 39 anos que teve pelo menos 80% do corpo queimado depois que seu ex-namorado colocou fogo no veículo em que ambos estavam em Pirassununga, no interior de São Paulo.

De acordo com agentes da Polícia Civil, a vítima, Luciene Ferreira Sena, que trabalhava como técnica de enfermagem, chegou a ser socorrida por um policial na hora do crime, mas acabou morrendo no hospital.

Toda ação teria sido registrada por um vídeo feito ainda no local.

Elisangelo Marconis Francisco dos Santos, ex-namorado da vítima, conseguiu fugir de dentro do automóvel ainda com o corpo em chamas e começou a rolar no asfalto e na grama de um canteiro central na tentativa de apagar o fogo que ele mesmo começou. Mesmo assim, teve cerca de 60% do corpo queimado e também não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Tudo ocorreu por volta das 7h, na rua Newton Prado, após a técnica de enfermagem sair de um plantão realizado na Santa Casa onde trabalhava. Ao avistar a mulher, o homem teria entrado no veículo junto dela e, portando uma garrafa com líquido inflamável e fogos de artifícios, ateou fogo no automóvel com os dois em seu interior.

Em chamas, o veículo teria ficado sem controle e só parou após colidir na traseira de outro automóvel que estava parado no local.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

Depois disso, o homem teria saído do carro para tentar se salvar das chamas e a mulher continuou dentro. Diante da situação, moradores que estavam no local tentaram ajudar a vítima apagando o fogo com extintores. Uma faca foi utilizada para cortar o cinto de segurança que prendia a vítima ao automóvel.

Segundo informações, o automóvel que estava na frente do veículo em chamas foi retirado e o carro da vítima continuou a descer a rua.

Um policial militar teria aberto as portas do veículo e as chamas ganharam mais força. Após algumas tentativas frustradas, o policial conseguiu retirar a vítima do carro. Momentos depois, o Corpo de Bombeiros chegou ao local e conseguiu apagar o fogo que consumiu o veículo completamente.

Conforme a polícia, uma garrafa plástica contendo um líquido inflamável, um isqueiro e também uma espécie de rojão foram encontrados e apreendidos para análise.

Ainda conforme os policias que estão na investigação do caso, o ex-namorado da mulher teria realizado um boletim de ocorrência na delegacia contra Luciene por conta de uma briga, dias antes da tragédia. Ele teria afirmado na delegacia que, com a desavença, a mulher havia o arranhado.

Casal tinha uma relação instável

Amigos e pessoas da família relataram, em depoimento, que o casal discutia muito e vivia um relacionamento repleto de brigas.

A polícia trabalha com a hipótese de que o ex-namorado não aceitava o fim do relacionamento, por isso teria praticado o crime. Pessoas próximas à vítima relataram que o casal teria terminado o namoro por conta de uma suposta traição de Elisangelo.

O corpo de Luciene foi enterrado nesta segunda-feira (30), no Cemitério Municipal de Santa Cruz das Palmeiras.

O caso segue sendo investigado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo