A universitária Lorena Bezerra de Melo, 37 anos, e seu namorado Jaime de Paula Pessoa Neto, 53, que é coronel da Polícia Militar no Ceará, foram presos sob a acusação de estupro de vulnerável.

O suposto crime teria acontecido contra uma garotinha de apenas 6 anos. O casal foi acusado apenas em maio deste ano, porém, os supostos crimes teriam acontecido desde o ano 2014.

O processo contra o casal está ocorrendo em completo sigilo de justiça. De acordo com a apuração do G1, foi no dia 1º de Novembro que a 12ªVara Criminal da Comarca de Fortaleza fez a confirmação de que recebeu tal denúncia do MPCE (Ministério Público do Ceará), contra o coronel e sua namorada.

A primeira audiência a respeito desse processo foi marcada pela justiça para ocorrer no dia 23/03/2020.

O G1 ainda teve acesso a alguns documentos que deixam claro que quem fez a denúncia foi a mãe da criança. A denúncia foi feita no Dceca (Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente), no dia 10 de maio deste ano.

A defesa dos réus tem alegado que a mãe da criança está mentindo e que todas as acusações são invenções da cabeça dela. A defesa afirma que os seus clientes são inocentes de todas as acusações.

Os advogados de defesa ainda afirmam que a história só foi inventada após a mãe da criança ter sido ameaçada de perder a guarda da menina.

De acordo com informações registradas no boletim de ocorrência, a garota teria se dado conta dos abusos após ter assistido na escola um vídeo educativo. Após isso, ela percebeu o que havia ocorrido com ela.

O registro policial ainda afirma que a vítima decidiu procurar por seus parentes e contar os detalhes de tudo que havia acontecido com ela. Ainda de acordo com o boletim os atos eram acompanhados por filmes adultos.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

Ainda de acordo com o relato meses antes da denuncia ser formalizada a menina teria apresentado manchas brancas e tumores em seus órgãos genitais.

No dia 13 de maio deste ano a criança prestou um depoimento para à Polícia Civil e revelou que o coronel e sua namorada transavam na frente dela e também a tocava.

Ainda disse que o coronel sempre pedia para que ela guardasse segredo e não revelasse para ninguém tais acontecimentos. A menina também afirmou que o coronel dizia que ela pertencia somente a ele.

Ainda foi dito que o militar mantinha o costume de presentear a criança e também de liberar verba para que sua companheira levasse a menina ao shopping e lhe comprasse lindos presentes.

Perícia Forense do Ceará realiza exames na menina

Uma perícia foi feita na jovem e chegou a conclusão de que não havia esperma no corpo da garota. Ficou atestado também que os órgãos íntimos da vítima se mantiveram íntegros.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo