Nesta última quarta-feira (11) o presidente Jair Bolsonaro precisou ir até ao Hospital da Força Aérea Brasileira (HFAB), localizado em Brasília, para poder realizar exames com intuito investigar um "possível câncer de pele".

A ida do presidente ao hospital aconteceu durante a tarde da última quarta e foi informada através da Secretaria de Comunicação Social, que, em nota, declarou que o presidente foi ao local para que fossem feitos exames de rotina.

No comunicado que foi emitido pela Secom também foi informado que, apesar das visitas ao hospital, Bolsonaro estava em boas condições em relação à sua Saúde.

Bolsonaro fala sobre visita ao hospital

Logo quando saiu do hospital, Bolsonaro retornou para o Palácio da Alvorada, a residência oficial da Presidência da República. Quando o presidente chegou ao local ele foi abordado por jornalistas que esperavam em frente ao Palácio por notícias.

O presidente foi questionado sobre os exames feitos em sua ida até o hospital, e o motivo de ele estar com alguns curativos em sua orelha logo quando chegou.

Diante do questionamento, Bolsonaro respondeu aos jornalistas que ele estava investigando um possível câncer de pele e explicou que feita uma analise através de exames nele. Em seguida, Bolsonaro ressaltou que muitas das vezes que ele vai até o hospital é por que ele é chamado para isso, e não por que ele procura.

"Tem possível câncer de pele", disse Bolsonaro.

O presidente ainda forneceu pequenos detalhes sobre a ida ao hospital. "Fizeram uma checagem em mim. Inclusive, não sou eu que peço, muitas vezes eles que me convocam, e eu vou para lá", completou.

Ao ser questionado pelos jornalistas se o sinal que foi encontrado em sua orelha é algo preocupante, Bolsonaro respondeu que, ao longo de sua vida ele, por ter a pele muito clara e praticado diversas atividades ao ar livre, como a pesca, teria tendências a desenvolver o dito câncer.

Logo depois da entrevista dada pelo presidente, a Secom emitiu um comunicado sobre o estado de saúde do presidente, no qual afirmaram que ele apresentava um bom estado de saúde e que não havia indicativo de que, de fato, o presidente tem um câncer de pele.

A Secretaria ainda deixou claro que a agenda do presidente vai seguir da mesma forma ao longo da semana, como havia sido programado anteriormente.

Vale ressaltar que a consulta de Bolsonaro no Hospital da Força Aérea aconteceu com um dermatologista, e logo depois que ele deixou o local foi visto pelos jornalistas usando um curativo em sua orelha.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!