A Polícia Civil acredita ter elucidado um crime contra uma família em São Bernardo do Campo, ABC Paulista. De acordo com o site R7, pai, mãe e filho foram encontrados carbonizados no porta-malas de um veículo na última terça-feira (28). As vítimas foram identificadas como Romuyuki Gonçalves, Flaviana Gonçalves e Juan Gonçalves. Ana Flávia, de 24 anos e a namorada, Carina Ramos, de 31, tiveram a prisão temporária decretada pela justiça após apresentarem contradições durante os depoimentos. O casal foi preso na última quarta-feira (29).

Um primo de Carina foi detido pela polícia sob suspeita de participação no crime e acabou confessando o crime. O suspeito afirmou que um falso assalto teria sido planejado contra a família e que o crime havia sido premeditado pelo grupo, incluindo Ana Flávia, filha e irmã das vítimas. Ainda segundo o site R7, durante seu depoimento, o suspeito afirmou que a ordem para matar toda a família teria partido de Ana Flávia.

Plano macabro

Ainda de acordo com o site R7, o suspeito revelou que a ideia do grupo era subtrair joias e uma quantia em dinheiro que estariam dentro de um cofre da família.

No momento da abordagem, Romuyuki e Juan estariam dentro do apartamento de Santo André na companhia de Ana Flávia e Carina. Três suspeitos teriam anunciado o assalto e abordado Carina primeiro, logo após, os bandidos teriam exigido a quantia em dinheiro de Romuyuki, momento em que pai e filho foram levados ao quarto do adolescente. Segundo relatos do suspeito, pai e filho teriam sido torturados e espancados enquanto Carina e Ana Flávia aguardavam no andar de baixo.

De acordo com o suspeito, Romuyuki e Juan foram mortos por asfixia após serem espancados. Flaviana, mãe de Ana Flávia, chegou ao apartamento da família logo após, momento em que foi rendida e teve os olhos vendados. O cofre onde estaria a suposta quantia estaria vazio e o dinheiro não estaria no local, momento em que teria ocorrido uma conversa entre o grupo. Segundo o suspeito, Ana Flávia teria dado a ordem de execução de toda a família.

Flaviana teria entrado em seu carro, um Jeep Compass, rendida. O veículo teria sido dirigido por Carina. As investigações apontam que a mãe de Ana Flávia teria sido morta no local onde o veículo foi encontrado carbonizado. Testemunhas alegam terem ouvido disparos no local.

Outros suspeitos

Nesta terça-feira (4), um casal de suspeitos de envolvimento no crime passou por uma audiência de custódia. Objetos subtraídos da casa da família foram encontrados na casa dos suspeitos. Após a audiência, somente o homem ficou detido. De acordo com a polícia, nos primeiros depoimentos Ana Flávia chegou a afirmar que a família possuía uma dívida com agiotas e que a mãe teria saído de casa durante a madrugada para pagar esta dívida.

Porém, devido à presença do adolescente no carro, a polícia passou a desconfiar da versão apresentada pela jovem.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!