Na última quinta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro voltou a dar declarações controversas sobre a pandemia do novo coronavírus. Ainda no fim da tarde, antes da sua chegada no Palácio da Alvorada, o presidente afirmou que existe a necessidade de estudar a população brasileira, visto que ela é capaz de “pular no esgoto” e sair sem que nada lhe aconteça.

É possível afirmar que, de acordo com informações do G1, a fala em questão foi feita após o presidente ser questionado sobre a situação do Brasil frente à pandemia. Alguns jornalistas perguntaram se ele acredita que o país chegará à mesma situação dos Estados Unidos.

É válido destacar que apenas um mês se passou desde que o primeiro caso foi detectado no país em questão e, desde então, os Estados Unidos passaram a ocupar a posição de país com mais infectados em todo o mundo. Ao todo, estima-se que sejam mais de 82 mil casos de coronavírus no país citado e que se tenha mais de mil mortes.

Ao comentar a respeito desse questionamento, Bolsonaro destacou que muitos brasileiros já foram infectados pelo vírus em questão e, devido a isso, acabaram adquirindo anticorpos. De acordo com o ponto de vista do presidente, isso ajuda a não proliferar “isso aí”.

Bolsonaro afirma que Brasil não chegará aos EUA

Ainda comentando sobre a pergunta citada anteriormente, Jair Bolsonaro destacou que, para ele, a situação não vai se igualar à dos Estados Unidos e, então, fez a fala em questão a respeito sobre a população brasileira que, de acordo com ele, “não pega nada”.

Também durante a entrevista em questão, Bolsonaro afirmou que os brasileiros precisam aprender a cuidar de si mesmos após ser questionado se o governo federal tem planos de implementar alguma medida relativa ao “isolamento vertical”. Nesse tipo de isolamento, somente as pessoas que pertencem a o grupo de risco ficam isoladas.

Se mostra válido ressaltar que os posicionamentos de Jair Bolsonaro frente à pandemia do novo coronavírus são contrários ao que foi orientado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com o órgão em questão, o isolamento social é uma medida efetiva para evitar que o coronavírus se dissemine.

Entretanto, Bolsonaro afirma que até mesmo Luiz Henrique Mandetta, o ministro da Saúde, já se convenceu de que isso seria favorável. Posteriormente, o presidente falou sobre a quarentena vertical e destacou que ela precisa começar na própria família.

Ainda de acordo com Jair Bolsonaro, uma medida estudada pelo governo atualmente é usar hotéis que estejam inativos para acolher idosos e seguir o modelo de isolamento vertical citado anteriormente.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!