Nesta segunda-feira (23), por meio de um vídeo publicado nas redes sociais no início da tarde, o médico infectologista David Uip, de 67 anos, revelou que testou positivo para o coronavírus. Ele é coordenador do Centro de Contingência do governo do estado de São Paulo. Em todo o pais o número de casos já se aproxima dos 2 mil e o número de mortos subiu para 34.

No vídeo ele disse que está bem, e que apresenta tosse, febre baixa e repouso. O médico disse que ficará em isolamento por 14 dias, agradeceu a solidariedade e disse que espera voltar o mais rápido possível.

“Espero voltar rápido as minhas atividades”, disse médico infectologista. Após sentir sintomas de gripe, o médico fez exames no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Após saber que Uip testou positivo, o governador do estado João Dória (PSBD), também realizou o teste, mas o resultado ainda é desconhecido e que divulgará assim que ele ficar pronto. “Há pouco me submeti ao teste e, assim que obtiver o resultado, divulgarei”, disse Doria que na mesma postagem também confirmou que Uip havia testado positivo.

Número de mortes sobe para 34

Subiu para 34 o número de mortos pelo novo coronavírus no Brasil. A informação foi divulgada na tarde desta segunda-feira (23), pelo Ministério da Saúde. No domingo (22), de acordo com dados do MS, as vítimas fatais totalizavam 25.

Do total de óbitos, 30 foram apenas na cidade de São Paulo, enquanto as outras quatro mortes ocorreram no estado do Rio de Janeiro. Já o número total de infectados, de acordo com a pasta é de 1.891.

Esse número representa um crescimento de 22% em relação ao balanço divulgado no domingo, quando os dados apontavam 1.546 casos confirmados em todo o território nacional.

Dentre as vítimas fatais desta segunda-feira está um homem de 33 anos, que passou a ser a vítima mais jovem. Ele morreu em São Paulo e, de acordo com o hospital, ele já tinha uma doença prévia, porém a instituição não detalhou qual seria essa doença.

Além dele, um homem de 49 anos, que morreu na semana passada, também em São Paulo, são as únicas vítimas fatais abaixo dos 60 anos de idade. Os demais mortos desta segunda tinham entre 68 e 88 anos de idade.

100 mil casos em quatro dias em todo o mundo

Em todo o mundo, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, nos últimos quatro dias foram registrados 100 mil novos casos de coronavírus, o que fez o total de pessoas infectadas romper a casa dos 300 mil casos.

Para se ter uma ideia do avanço da pandemia. Para se atingir os primeiros 100 mil casos, foram precisos 67 dias, porém em apenas 11 dias esse número dobrou, indo a 200 mil e após isso foram precisos apenas mais 4 dias para bater a marca dos 300 mil.

Não perca a nossa página no Facebook!