Nesta sexta-feira (20), o Ministério da Saúde informou que já são 11 pessoas mortas no Brasil vítimas do coronavírus. Mas a pandemia também fez vitima fatal brasileira também fora do país. Integrante da equipe que ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 2007, o cientista e engenheiro químico Sérgio Trindade morreu em Nova York, aos 79 anos. A informação foi passada pela Agência Fapesp.

O cientista brasileiro fez parte do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC). Esse grupo foi contemplado em 2007 com o Nobel da Paz.

Atualmente ele atuava como consultor em negócios sustentáveis e fazia parte de uma agência intergovernamental associada à Unesco.

O estado de Nova York é onde se concentra o maior número de casos de coronavírus nos Estados Unidos. Até esta sexta-feira (20), havia um total de 5.715 casos confirmados e 38 mortos.

Onze mortos no Brasil

Subiu para 11 o número de mortos no Brasil por conta do coronavírus. Nove vítimas são do estado de São Paulo e outras duas do Rio de Janeiro. Já o número de pessoas infectadas pelo vírus subiu para 904 casos, número 45% maior do que o registrado no dia anterior.

Na segunda-feira (16), eram 234 os infectados confirmados.

De acordo com a Secretaria de Saúde de São Paulo, os quatro óbitos registrados no estado nesta sexta-feira (30) são de pessoas idosas, todos eles internados na rede privada e que já enfrentavam outros problemas de saúde. São três homens, com idade entre 70 e 93 anos, e uma mulher de 83 anos, No estado são 9.023 casos suspeitos e 396 confirmados.

Também nesta sexta-feira (20), o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, falou que entre os meses de abril e junho os casos de coronavírus devem disparar no país. Segundo ele, o ritmo de crescimento dos casos positivos devem diminuir em julho e o “achatamento da curva” deverá começar somente no mês de agosto.

Mortos na Itália passam de 4 mil

Na Itália, pais que mais tem sofrido com o coronavírus, o número de mortos bateu a casa dos 4 mil. Apenas nesta sexta-feira (20), foram confirmadas 627 mortes elevando para 4.032 no número de vítimas fatais provocada pela pandemia no país.

Em 24 horas, o número de casos positivos em toda a Itália aumentou 14,6%, saltando de 41.035 para 47.021. A região mais atingida é a da Lombardia, onde foram detectados 22.264 casos com um total de 2.549 mortes.

Como medida mais rígida para conter o avanço do vírus, os italianos só estão podendo sair de casa se for caso de extrema necessidade e caso sejam parados por alguma autoridade devem apresentar uma declaração feita de próprio punho.

No mundo todo já foram contabilizadas mais de dez mil mortes e mais de 245 mil pessoas infectadas pelo vírus que teve origem na China.

Não perca a nossa página no Facebook!