Dois jovens foram esfaqueados na manhã desta terça-feira (10), durante uma briga entre alunos dentro de uma escola particular por volta das 11 horas. O caso aconteceu no Colégio de Aplicação Luso Carioca, no bairro Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro.

Um dos jovens foi golpeado nas costas e teve um dos pulmões perfurados. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. O Hospital informou que o estado de saúde do paciente, de 16 anos, é considerado estável.

Já o outro estudante ferido, também de 16 anos, foi liberado pelo Corpo de Bombeiros após receber atendimento ainda na escola.

Todos os envolvidos seriam estudantes do terceiro ano do ensino médio. Nenhum deles teve o nome revelado.

Após a briga, o adolescente que esfaqueou os colegas permaneceu no local e foi levado pela Polícia Militar para delegacia.

Briga pode ter ocorrido por causa de bullying

Um dos estudantes, de acordo com os Bombeiros, foi armado para o colégio com uma faca após supostamente ter sido vítima de bullying por parte dos colegas. O advogado do colégio nega que essa tenha sido a motivação e afirmou que o aluno que teria praticado as agressões era uma pessoa tranquila, mas não tinha o costume de fazer amizades.

Um aluno da escola disse ao jornal Extra que estava na sala de informática na hora em que aconteceu a briga, mas que escutou os gritos. Ele relatou que na sala em que ele estava entraram duas alunas chorando e contando tudo que havia acontecido. O estudante confirmou que o aluno que levou a faca era alvo de bullying, mas que ele não era praticado pelos dois alunos feridos. “Havia bullying, porém não era nenhum dos dois que fazia”, contou.

Esse estudante disse ainda que viu um dos alunos feridos dentro da secretaria da escola com a faca ainda cravada nas costas. Segundo ele, o adolescente ferido estava perdendo sangue e outra pessoa retirou a arma branca antes da chegada do socorro. “Foi um aluno da turma (quem retirou a faca). No desespero de ver o amigo com a faca cravada nas costas, tirou”, contou o aluno.

O pai desse aluno internado acompanha o filho no hospital e disse para a reportagem do jornal O Dia que ainda não sabe como tudo aconteceu.

Motivação ainda é desconhecida

Até o início da tarde desta terça havia muita informação desencontrada a respeito do que teria motivado a briga. Um das versões que circula é que o agressor teria oferecido uma bíblia a outro aluno e o questionado se ele acreditava em Deus. Com a afirmativa do colega, ele tirou uma faca de dentro da bíblia e disse que então ele veria Deus e lhe deu uma facada na mão. Outro adolescente tentou intervir e acabou sendo golpeado nas costas.

O caso foi registrado na delegacia como fato análogo à tentativa de homicídio.

Não perca a nossa página no Facebook!