Muitos médicos do Brasil estão realizando algumas campanhas em prol da população. De acordo com algumas informações, essa mobilização tem o intuito de fazer com que as pessoas se conscientizem, respeitem as ordens impostas pelo Governo e fiquem em casa, de quarentena mediante a proliferação da covid-19. Muitas imagens circulam nas redes sociais contendo as seguintes mensagens: ''Nós estamos aqui por você. Por favor, fiquem em casa por nós e por nossa família.'' ''Quando mais cedo nos distanciarmos, mais cedo nos abraçaremos.''

Esse movimento está sendo muito bem aceito pela população brasileira.

Muitas pessoas estão apoiando o caso e compartilhando movimentos similares nas redes sociais. Com isso, outras pessoas acabam sendo influenciadas positivamente com esse movimento.

Preocupação dos médicos e profissionais da saúde

Com o surto do vírus, muitos profissionais da área da saúde estão realizando campanhas para mobilizar as pessoas. Mesmo tendo diversas mortes confirmadas no país, muitas pessoas continuam a sair, desrespeitando as ordens governamentais e colocando risco de proliferar o vírus no país.

De acordo com a posição dos médicos, se todos ficassem em casa e cumprissem o prazo mínimo de quarentena, dificilmente iria crescer o número de mortes causado pela covid-19. O governo atual ainda não proibiu a circulação das pessoas nas ruas.

Mortes no país

Baseado nas informações cedidas pelo próprio Ministério da Saúde, cerca de 57 pessoas foram vítimas fatais do coronavírus no Brasil. Na maioria dos casos, as vítimas eram pessoas acima de 50 anos. Os casos tiveram um peso forte nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Mesmo com esse número baixo de mortes, diversas campanhas são publicadas nas mídias sociais e meios de comunicações para continuar servindo de conscientização para a população.

Um dos países mais afetados com o vírus é a Itália. A cada hora que passa, os números aumentam. Cerca de 600 pessoas morrem por dia em decorrência da covid-19. O governo local disse que a situação é crítica, mas não é o momento de entrar em pânico. Todos os italianos estão em quarentena, sem poder exercer quaisquer tipo de função sem uma autorização prévia.

Tem prazo para acabar?

Cada governo estipula um prazo diferente. Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, informou nas últimas horas que até o início da Páscoa tudo irá começar a normalizar. O atual presidente do Brasil já estipulou um outro horário. Segundo ele, todo processo de quarentena terá um prazo final no começo do mês de abril, mas irá se prolongar caso o vírus continue avançando.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!