A coragem ou instinto de sobrevivência pode ter livrado um motorista de ser mais uma vítima fatal de um engavetamento, ocorrido na manhã desta sexta-feira (13), no KM 98 da Rodovia Raposo Tavares, na pista expressa sentido capital, na divisa entre as cidades de Sorocaba e Votorantim, no interior de São Paulo, Quatro pessoas morreram e outras 47, incluindo esse motorista, ficaram feridas. Ao todo, 16 veículos se envolveram no acidente.

O acidente ocorreu pouco antes das cinco da manhã, quando uma caminhonete reduziu bruscamente a velocidade ao se deparar com um radar.

Um caminhão que vinha atrás não conseguiu frear a tempo e deu-se início a uma sucessão de batidas. Uma van ficou prensada entre a traseira de um ônibus e a frente de um caminhão, matando o motorista e o único passageiro que era transportado. Também morreu o motorista de um caminhão de batatas e o condutor de outro caminhão, que levava produtos de hortifrúti.

Para escapar, homem salta de viaduto

Por conta do acidente, os veículos que vinham em seguida passaram a reduzir a velocidade e pararem pista, até que o motorista de um dos carros percebeu que logo atrás vinha um caminhão em alta velocidade e que dificilmente teria tempo para frear.

Ele então abandonou seu carro e saltou do viaduto, caindo em um local conhecido como “Trevo da Vida”, caindo na avenida que passa por baixo da ponte.

“Vendo que o caminhão estava vindo com velocidade incompatível para parar, (o motorista) decidiu se arremessar da ponte”, disse o tenente Everson, da Polícia Militar Rodoviária.

O homem, que não teve seu nome revelado, fraturou as pernas e um braço na queda e foi levado para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), onde foi submetido a cirurgia.

Não existem informações sobre seu estado de saúde.

O trabalho de remoção das vítimas e dos feridos durou cerca de três horas e somente por volta da uma da tarde é que a pista foi liberada. Antes o fluxo estava sendo desviado pela marginal e o congestionamento chegou a seis quilômetros.

As vítimas

Duas vítimas do acidente na Raposo Tavares, que estavam na van que ficou prensada, tiveram suas identidades reveladas.

Uma delas é o motorista do veículo, João Carlos de Oliveira Martins, de 39 anos. Ele era casado, pai de uma filha e trabalhava há um ano na empresa, que disse estar prestando todo o apoio à família. O passageiro foi identificado como Bruno Alves Corrêa, de 26 anos.

Já o ônibus, que foi atingido pela van, havia saído de Piedade e transportava 45 passageiros para o Rio de Janeiro. Nenhum dos passageiros teve ferimentos graves. A Viação Élvio, proprietária do veículo, informou que o ônibus estava parado assim como outros veículos atrás dele, que acabaram sendo atingidos por um caminhão e empurrados uns contra os outros.

Não perca a nossa página no Facebook!