No domingo (26), Manaus (AM) registrou o maior número de sepultamentos nas últimas 24 horas, segundo informa o portal G1. Foram 140 sepultamentos e duas cremações, conforme destaca a prefeitura da capital. O prefeito Artur Virgílio foi às redes sociais e afirmou que o número de enterros cresceu em aproximadamente 300% nos últimos dias.

Em uma semana, a média de enterros passou para 100 casos por dia. Antes da pandemia do novo coronavírus, os sepultamentos não passavam de 30 por dia. As informações são do Sindicato das Empresas Funerárias do Estado.

Nas redes sociais, o prefeito da Capital, Artur Virgílio Neto, falou sobre o caso.

“Os sepultamentos aumentaram em quase 300%”, desabafou.

Segundo o prefeito, as ruas continuam cheias, o que eleva os casos e, consequentemente, a procura por atendimento médico. Para ele, isso agrava ainda mais a situação. “Precisamos resistir”, comentou.

Urnas funerárias

Ainda segundo a reportagem, a situação em Manaus só se agrava. A quantidade de urnas funerárias é suficiente, apenas, para os próximos 10 dias.

O estado do Amazonas registra mais de 300 óbitos. Na tarde desta segunda-feira, o Ministério da Saúde revelou que o Brasil chegou a 66.501 casos confirmados. Em 24 horas, foram acrescentadas mais 4,6 mil pessoas infectadas pela covid-19, um aumento de 7,5% em relação aos números divulgados no domingo (26).

A Prefeitura de Manaus especificou os sepultamentos. Dos 142 mortos, 10 tiveram relação à Covid-19. Outros 47 faleceram em decorrência de síndrome ou insuficiência respiratória. Ainda segundo o balanço, 28 anotaram causa desconhecida e em 57 casos não houve o detalhamento da causa morte.

Os números do Brasil

O Estado de São Paulo registra o maior número de mortes pelo novo coronavírus, conforme informou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira (27). São 1.825. Rio de Janeiro é o segundo estado com o maior número de óbitos. São 677.

Pernambuco é o terceiro estado com maior número de mortes no Brasil. São 450, de acordo com o último balanço. O Amazonas conta com 320 mortes e o Ceará, 284.

O Estado do Maranhão anota 125 mortes e o Pará aparece na sequência com 114 casos de morte. O Paraná e a Bahia aparecem, respectivamente, com 75 e 76 casos.

Outros estados brasileiros

Os números do novo coronavírus divulgados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira mostram também que Minas Gerais registra 62 óbitos.

Espírito Santo tem 57 mortes e a Paraíba, 50. O Rio Grande do Norte tem 45 mortes e o estado de Santa Catarina aparece com 43. Já o Rio Grande do Sul surge com 42 mortes e Alagoas, 34.

Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima e Tocantins são os estados com menos mortes. Respectivamente, dez, nove, dez, quatro e dois.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!