Uma mulher de 39 anos foi agredida na noite da última quinta-feira (16), por seu namorado, de 52 anos, com que mantinha um Relacionamento há apenas uma semana. O caso aconteceu em Três Lagoas, cidade que fica a 325 quilômetros de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com informações que constam no boletim de ocorrência, a vítima – que teve sua identidade preservada – se dirigiu até a casa do agressor, que queria conversar com ela. Durante o encontro, o homem disse que não queria mais se relacionar com ela, uma vez que ainda gostava de sua ex-mulher.

Ainda de acordo com o BO, a vítima teria passado a falar mal da ex-mulher do homem, por conta disso passou a agredi-la.

Ele ainda teria pegado com muita força no pescoço da mulher, que chegou a desmaiar. Ela despertou com o homem ainda apertando seu pescoço, mas conseguiu escapar.

Com ferimentos no pescoço, na mão esquerda e nas costas, a mulher procurou a Polícia e solicitou medida protetiva e disse que pretende representar contra ele. De acordo com o portal G1, não havia informação se o suspeito havia sido localizado pelas autoridades. A ocorrência foi registrada como sendo violência doméstica.

Homem agride mulher durante prisão

Em outro caso de violência doméstica registrado em Mato Grosso do Sul, um homem de 35 anos foi preso na noite deste sábado (18), em Bonito, cidade que fica a 296 quilômetros da capital. Além de tentar abusar, ele ainda teria agredido com chutes e ameaçado sua companheira de 39 anos.

Uma denúncia anônima dando conta de que um homem estava alcoolizado e brigando com a companheira levou a polícia até o local. Uma testemunha relatou que viu o suspeito tirando a mulher de maneira violenta de dentro de um táxi e a trancando dentro de casa. Ele ainda teria ouvido pedidos de socorro vindos de lá.

Foi o próprio agressor quem atendeu aos policiais e disse a eles que nada tinha acontecido, momento em que a vítima surgiu, com dificuldades de andar, relatando que havia sofrido agressões.

Ela ainda disse que o homem teria tentando manter relação sexual com ela contra sua vontade e que isso não ocorreu por causa da chegada dos policiais.

O agressor recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia. Ele já possuía passagens por crimes relacionados à Lei Maria da Penha, inclusive contra a atual companheira.

Corpo de mulher encontrado na BR-262

Foi encontrado na tarde deste domingo (19), às margens da BR-262, em Campo Grande, o corpo de uma mulher ainda não identificada. O cadáver estava em avançado estado de decomposição e com o rosto desfigurado, mas de acordo com as autoridades a causa da morte foi homicídio.

A Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios informou que duas jovens são dadas como desaparecidas na cidade, e que o cadáver pode ser de uma delas, mas apenas exames laboratoriais poderão comprovar isso.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!