A polícia prendeu no último final de semana, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, um homem de 25 anos suspeito de ter cometido abuso contra uma colega de trabalho de 39 anos e tentando abusar de outra, de 28 anos.

A violência ocorreu no dia 23 de março, logo após a vítima, de 39 anos, encerrar seu expediente. De acordo com informações passadas pela Polícia, o suspeito parou sua moto às margens da rodovia BR-163 e ficou aguardando a passagem de possíveis vítimas. Ao ver a colega passando, ele fez a abordagem e a arrastou até um matagal, onde cometeu o crime.

Após o crime, o suspeito fugiu, mas após duas horas voltou ao local para atacar uma segunda vítima, que desta vez conseguiu escapar e correu pedindo socorro. Um carro que passava pela rodovia na hora até reduziu a velocidade, mas não parou. O suspeito novamente fugiu do local.

De posse das características do criminoso, bem como de sua moto, os policiais começaram as investigações, que levaram a captura do suspeito. A divulgação da prisão do homem, no entanto, só ocorreu nesta segunda-feira (30). A faca usada para cometer o crime foi apreendida pela polícia.

Matou travesti e chamou a polícia

Um homem de 26 foi preso em flagrante na madrugada desta terça-feira (31), em Dourado, Mato Grosso do Sul, após ter confessado o assassinato de um travesti de 34 anos.

De acordo com informações passadas pela polícia, após o cometer o crime, Fábio Barbosa telefonou para a polícia e contou o que havia feito.

Em seu depoimento, o suspeito disse que os dois haviam consumido bebida alcoólica e entorpecente durante a noite anterior. Já durante a madrugada, eles passaram a discutir e o travesti havia ameaçado matar as mãe de Fábio.

Os dois entraram em luta corporal, quando o suspeito teria matado a vítima estrangulada e a facadas.

Depois do crime, o suspeito para sua casa e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e depois acionou a Polícia Militar, comunicando o crime. Os policiais se dirigiram até ele o levaram para a delegacia de Dourados.

Presa por ameaçar a mãe

Uma mulher de 25 anos foi presa na última segunda-feira (30), na cidade de Porto Murtinho, Mato Grosso do Sul, acusada de invadir a casa de sua mãe e ameaça-la de morte. O detalhe que chama a atenção é que a suspeita já acumula 25 passagens pela polícia, sendo apenas dez delas por furto.

A vítima contou na delegacia que ao chegar em sua casa se deparou com uma das janelas arrombadas e a suspeita dentro de casa segundando uma faca. Questionada sobre o que estava fazendo lá, a acusada disse que iria roubá-la e partiu para cima da mãe, que conseguiu fugir e pedir ajuda.

Os policias começaram a fazer busca na região, até que se depararam com uma briga de casal na rua. Ao irem verificar eles descobriram que a suspeita estava brigando com seu namorado, que também acabou detido por lesão corporal.

O homem também já tinha passagem por violência doméstica, porte de arma, furto qualificado e homicídio.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Vagas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!