Dois homens assaltaram na última terça-feira (28) uma relojoaria no centro de Votorantim, no interior de São Paulo. Câmeras de segurança registraram a ação dos bandidos, que usavam máscaras de proteção contra o novo coronavírus. Eles foram detidos no dia seguinte.

A gravação registrou os dois entrando no estabelecimento, por volta das 10h30, e ameaçando o balconista com um revólver. A Polícia militar informou que foram subtraídos 20 pulseiras, 20 correntes e 20 relógios. Toda a mercadoria estava avaliada em 15 mil reais.

Não muito longe dali, também do centro da cidade, um homem armado e também usando máscara de proteção assaltou uma casa lotérica.

Ele entrou no estabelecimento com uma sacola, sacou uma arma e se dirigiu ao caixa.

Além de levar uma quantia que não foi revelada, o bandido ainda roubou 120 reais de um cliente que aguardava para pagar conta. A imagem mostrou ainda o criminoso saindo correndo com outro homem. Os dois ainda seguem foragidos.

Suspeitos do assalto à relojoaria são detidos

Voltando ao primeiro assalto, no dia seguinte, por volta das 20 horas, um dos suspeitos foi localizado por uma equipe que fazia patrulhamento na Rua Eugênia de Oliveira Cirne, em Sorocaba. Ele estava de posse de algumas correntes folheadas e que ainda estavam com a etiqueta da loja.

Questionado pelos policiais sobre a procedência dos produtos, ele confessou participação no roubo e indicou onde estava seu comparsa.

Os policiais foram até o local indicado e encontraram o outro homem. Com ele havia relógios e correntes de prata.

A vítima reconheceu os dois homens e teve seus objetos devolvidos. Já os suspeitos irão responder o processo em liberdade.

Presa mulher que furtava celulares em hospital

A polícia prendeu nesta quarta-feira (28), uma mulher de 28 anos suspeita de furtar aparelhos de telefone celular de clínicas e hospitais de Sorocaba.

Para cometer os crimes e ter acesso aos quartos, ela se passava por acompanhante.

Os crimes teriam sido cometidos no Conjunto Hospitalar de Sorocaba, na Santa Casa e no Hospital Evangélico, e ainda não se sabe ao certo a quantidade de aparelhos que foram furtados, além de dinheiro e outros objetos.

A suspeita, que não teve seu nome revelado, já cumpria pena em regime aberto em razão de outros furtos que havia cometido.

Imagens de câmeras de segurança flagraram um furto cometido por ela em um cinema da cidade.

Ainda neste mês, um paciente que estava internado no Hospital Regional, ao acordar, teria flagrado a mulher mexendo em sua bolsa. Ela se aproveitava do fato deles estarem dormindo para subtrair os objetos. A polícia chegou a ser acionada, mas a mulher já havia deixado o local.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!