Na manhã desta quarta-feira (20), um crime passional teria ocorrido em São Bernardo do Campo, em São Paulo. De acordo com o site G1, o delegado Paulo Bilynskyj afirmou que sua namorada, Priscila Delgado, de 27 anos, havia tentado lhe matar. Bilynskyj, que além de delegado é professor em cursos preparatórios para concursos, contou que Priscila teria visto uma mensagem em seu celular, o que teria levado a jovem ao ataque de fúria. Ainda de acordo com o delegado, Priscila teria tirado a própria vida após a tentativa de homicídio. Segundo o site UOL, um vídeo teria sido registrado por um colega de Bilynskyj ainda no hospital.

Nas imagens, o delegado afirma que a namorada teria atirado seis vezes contra ele e, posteriormente, disparado contra si mesma. A modelo acabou vindo à óbito no local.

Paulo Bilynskyj falou sobre seu estado de saúde

Ainda de acordo com o site UOL, ainda em vídeo, Paulo Bilynskyj teria falado sobre seu estado de saúde. O delegado afirmou que seu quadro seria delicado e que iria passar por um procedimento cirúrgico. Paulo disse, ainda, que pessoas identificadas como Padre Vinicius e Juliana saberiam o que havia acontecido. A Polícia Civil segue investigando a veracidade da versão de Bilynskyj, porém, não descarta a possibilidade de um feminicídio. Priscila Delgado teria sido encontrada no banheiro do imóvel do delegado em São Bernardo.

A jovem teria vários disparos pelo corpo, inclusive na região do peito.

Paulo Bilynskyj teria sido socorrido por pessoas da vizinhança. De acordo com a Polícia Civil, o delegado teria disparos nos dedos das mãos, perna e região abdominal. Segundo colegas de profissão, o delegado estaria internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva), porém, seu estado teria sido estabilizado pelos médicos.

Bilynskyj é conhecido nas redes sociais por ministrar cursos preparatórios e por ser instrutor de tiros. O imóvel onde aconteceu o fato seria localizado onde reside o ex-presidente Lula. De acordo com a assessoria de imprensa, o petista não estava em casa no momento do ocorrido.

Informações preliminares

De acordo com o site G1, policias que atenderam a ocorrência haviam afirmado que as vítimas se tratavam de um delegado e de uma delegada, porém, a informação foi corrigida posteriormente. Familiares de Bilynskyj e representantes de Priscila Delgado foram procurados para prestarem esclarecimentos, mas não teriam sido encontrados. A família do delegado seria natural do Rio Grande do Sul, estado em que Paulo nasceu. A Corregedoria da Polícia Civil iniciou um inquérito para maiores esclarecimentos, como motivação e dinâmica do crime.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!