Um homem de 40 anos foi preso na última quarta-feira (20), após jogar uma mesa de vidro contra a própria mãe, além de duas vizinhas e policiais que atendiam a ocorrência. O caso aconteceu na cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Na terça-feira (19), o agressor havia entrado na casa de uma vizinha e passou a ameaçá-la com uma barra de ferro e também dizendo que se não gostasse dela "estourava sua cara".

No dia seguinte ele voltou até a casa da vizinha e começou a forçar o portão tentando entrar. A nora da dona da casa, de 20 anos, que estava entrando no momento, foi atingida por uma pedra pelo agressor, que seguia fazendo ameaças.

A Polícia Militar foi acionada pelas duas mulheres e quando os policiais chegaram ao local escutaram o forte barulho, que era o de uma mesa de vidro que foi arremessada contra a mãe do agressor. A mulher teve ferimentos no braço.

Ao ser abordado, o homem ainda tentou agredir os policiais com cabeçadas, além de desferir várias ameaças, chegando a acertar alguns golpes. Ele foi levado para a delegacia, onde chegou bastante agitado e seguiu dando trabalho aos policiais.

De acordo com as autoridades, o suspeito estava embriagado e sob o efeito de drogas. Ele foi preso em flagrante por violência doméstica e lesão corporal e posteriormente encaminhado para a cadeia pública de Miracatu.

Mãe ataca filha a tesourada

Uma jovem de 21 anos foi atacada a tesouradas pela própria mãe na noite da última segunda-feira (18), em Praia Grande, litoral de São Paulo. A agressora, de 38 anos, chegou a ser presa em flagrante, mas foi posteriormente liberada e responderá em liberdade, mas deve permanecer afastada da vítima.

De acordo com informações passadas pelas autoridades, a agressora estava sob efeito de drogas e bebida alcoólica no momento da agressão. Ao chegar ao local da ocorrência, na Rua Maria Rosa Correa, os policiais se depararam com a jovem sentada na calçada, com ferimentos no braço, rosto e abdômen.

Os policiais entraram na casa e encontraram vidros quebrados e marcas de sangue.

Pouco depois a mãe da jovem aparece e, visivelmente transtornada, passou a insultar os PMs.

Novo ataque, agora com faca

A jovem entrou na casa para pegar alguns pertences quando foi novamente atacada pela mãe, desta vez com uma faca. Ela gritou por socorro e os policiais conseguiram contar sua mãe.

Elas foram encaminhadas para a Delegacia de Praia Grande, onde foi registrado boletim de ocorrência como lesão corporal e ameaça. Por estar muito transtornada, a agressora precisou ser encaminhada até a Unidade de Pronto Atendimento do Quietude, onde foi medicada.

Após deixar a UPA, ela foi levada para a cadeia feminina em São Vicente, mas no dia seguinte a Justiça lhe concedeu liberdade provisória, mas ela terá que ficar a uma distância de no mínimo 100 metros da filha.

Em entrevista ao Portal G1, a filha – que não quis se identificar – disse que no dia dos fatos a sua mãe surtou e cortou um pedaço do cabelo de sua companheira. As duas companheiras estavam bebendo para festejar o fato de que iriam para uma nova casa, momento que a mãe pediu para beber junto e logo em seguida começou a se descontrolar.

Após o incidente, a jovem chegou a conversar com sua mãe e a mulher disse não se recordar o que fez.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!