O Amapá segue sendo o estado brasileiro com o maior número de casos de Covid-19 por cada 100 mil habitantes. Um balanço divulgado pelo Governo do Amapá aponta que o estado chegou a taxa de 76,33% dos exames realizados, ou seja, a cada 10 exames feitos, pelo menos, 7 são positivos para coronavírus.

De acordo com o boletim divulgado nesta quarta-feira (6), o estado confirmou 115 novos casos da doença, batendo a marca de 2.046 positivos. Com isso, em apenas quatro dias, o Amapá apresentou 859 novos casos, e o número de mortes teve um salto de 43 para 56.

Outro número que vem crescendo aceleradamente no estado é a quantidade de novas amostras para exames que são enviadas para o Laboratório Central do Amapá (Lacen), que até o dia 28 de abril era de 200 diariamente, mas que agora tem variado entre 450 e 609.

O laboratório amapaense tem a capacidade de realizar apenas 80 testagens por dia, por esse motivo o Amapá tem o suporte de 20 análises diárias de um laboratório particular e também envia semanalmente 800 amostras para o Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém do Pará.

O diretor-executivo do Lacen, Geomires Queiroz, alerta que a taxa de casos positivados da doença é bastante preocupante, e que a principal causa é o descumprindo as orientações de isolamento social, considerada a medida de prevenção mais eficaz.

De acordo com ele, se a situação se mantiver dessa forma, a tendência é que a taxa se aproxime dos 90% nos próximos dias.

O economista e secretário de Desenvolvimento das Cidades do Amapá, Antônio Teles Júnior, prevê que se as pessoas continuarem desrespeitando as recomendações do governo, o cenário que já é considerado crítico, pode se agravar ainda mais no estado.

Teles ressaltou ainda que o Amapá está tendo dificuldades para a aquisição de equipamentos e insumos, devido ao isolamento geográfico do estado e a redução de voos comerciais, o que está acarretando em uma sobrecarga no sistema de saúde.

De acordo com o Governo do Amapá, se a taxa de casos positivados se manter em 70%, o estado terá mais 2.300 novos casos confirmados da doença entre as cerca de 3 mil amostras que ainda aguardam para serem testadas.

O governo teme principalmente que isso possa se refletir diretamente no número de pacientes internados nas redes pública e particular, e também no número de óbitos causados pela doença.

Boletim

Segundo o último boletim divulgado pelo Governo do Amapá nesta quarta-feira, o estado já confirmou 2.046 casos e 56 óbitos causados pela Covid-19. O estado ainda possui outros 2.990 casos suspeitos em análise laboratorial e também já descartou 2.653 suspeitas testadas. O boletim também confirmou que existem 596 pessoas curadas.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!