Nesta terça-feira (26), a Rede Globo publicou uma nota, na qual repudia a suposta campanha de intimidação promovida contra o jornalista e apresentador William Bonner, do "Jornal Nacional".

Desde que fraudadores usaram o CPF de seu filho no programa de auxílio emergencial do governo federal, Bonner tem sido alvo de ataques, inclusive pela internet. Segundo a emissora, Bonner recebeu via WhatsApp mensagens de um número de Brasília contendo uma lista de endereços vinculados ao jornalista, além dos números de CPF dele, dos filhos, da mulher, mãe, pai e irmãos. Bonner encarou a mensagem como uma suposta ameaça ao seu trabalho.

Bonner informou ao jornal O Estado de S. Paulo que se sente reconfortado por estar recebendo o apoio da empresa e dos colegas e acrescentou que irá buscar por vias legais os responsáveis para que sejam punidos. A Rede Globo ressaltou que nada impedirá o trabalho de William Bonner considerado como correto e isento.

Na madrugada desta quarta-feira (27), Bonner aparentou estar abatido no programa “Conversa com Bial”. Considerado um apresentador firme e altivo, Bonner afirmou que necessita de uma pausa para respirar diante do quadro que envolve o noticiário atual.

Para o jornalista há muita intolerância nas redes sociais e na rua. Alegando estar assustado com o ódio que cresce a cada dia e a falta de civilidade entre os cidadãos, Bonner evitar frequentar espaços públicos desde 2018.

Nota divulgada pela Rede Globo

A Rede Globo tem total apresso pelo comando de Bonner no "Jornal Nacional" e afirmou em nota de repúdio contra os ataques sofridos pelo jornalista que a campanha de intimidação não afetará a emissora e que se solidariza com o jornalista de forma irrestrita.

Segundo a emissora, um fraudador usou de forma ilegal e indevida o CPF do filho do apresentador com a finalidade de inscrever o jovem no programa que é para uso exclusivos das pessoas mais vulneráveis, devido à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a Rede Globo o fraudador se aproveitou das falhas existentes no sistema ao destacar que o sistema não checa na Receita Federal se as pessoas sem renda são dependentes daqueles que possuem renda. Este fato foi denunciado pelo próprio William Bonner publicamente.

Bonner apresentou a notícia-crime ao Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, informou a emissora que ressaltou que a posse dos documentos da família do apresentador abre portas para todo tipo de fraude os envolvendo.

Os autores da divulgação dos dados fiscais do apresentou deverá ser encontrado e punido, segundo a Globo. Para a emissora William Bonner é um dos mais respeitados jornalistas brasileiros e merece total respeito.

A campanha de intimidação não irá impedir o desenvolvimento do trabalho do jornalista. A Globo e os colegas de Bonner ressaltaram que o mesmo tem apoio integral e que está amparado pela Constituição Federal e as leis que regem o país.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!