Uma denúncia anônima levou a polícia a encontrar o corpo de uma jovem no último sábado (20). Jaqueline dos Santos estava desaparecida desde o dia anterior, após sair da casa da família em Tabaporã, cidade que fica a 643 quilômetros de Cuiabá, em Mato Grosso.

De acordo com informações passadas pela Polícia, o cadáver estava em uma área rural, nas proximidades de um frigorífico, há dois quilômetros do centro da cidade. Ele estava sem algumas peças de roupas, com perfuração no crânio e parcialmente carbonizada. A perícia apontará se o ferimento foi provocado por arma de fogo ou algum objeto cortante.

O corpo foi reconhecido pela mãe da vítima e levado ao IML de Sinop.

A família relatou aos policiais que Jaqueline saiu de casa por volta do meio-dia e deixou a filha, de um ano, aos cuidados de uma vizinha. Ela estava com pouco dinheiro e disse que retornaria logo.

A mãe e o marido da jovem tentaram contato com ela por telefone celular, mas o aparelho encontrava-se desligado. Sem saber de seu paradeiro, os parentes decidiram comunicar o desaparecimento para as autoridades. A mãe da vítima disse ainda que a jovem não tinha inimigos e também não teve nenhum tipo de desentendimento.

A Polícia Civil está investigando o caso e há relatos que um suspeito já foi identificado, porém, não foram passados mais detalhes para não atrapalhar as investigações.

DJ é morto a tiros

O DJ Renan Eidt, de 37 anos, foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (22), em Sorriso, cidade que fica a 420 quilômetros de Cuiabá, em Mato Grosso.

De acordo com informações passadas pelas autoridades, DJ Dudinha, como era conhecido, estava com sua namorada dentro de sua tabacaria, no bairro São Matheus, quando por volta das 21h dois homens chegaram ao local e efetuaram cinco disparos de arma de fogo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando a equipe chegou ao local a vítima já estava morta. A namorada não se feriu.

Esfaqueado ao agarrar mulher do amigo

Também em Sorriso, um homem de 30 anos foi esfaqueado após tentar agarrar a Mulher de um amigo durante uma festa. O caso aconteceu na tarde do último domingo (21), no bairro Fraternidade.

A polícia foi acionada e, após ouvir populares, conseguiu localizar o suspeito, de 25 anos. Ele relatou que a vítima estava tentando agarrar sua mulher e por isso pegou a faca e golpeou o mesmo. Já a esposa do suspeito, de 33 anos, disse que o marido também lhe esfaqueou. Com ferimentos na mão ela foi encaminhada pelo Corpo de Bombeiros até hospital.

O suspeito, que apresentava escoriações por conta da briga, foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia. Já o rapaz esfaqueado recebeu atendimento médico.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!