Um casal indefeso de idosos foi assassinado brutalmente na fazenda onde vivia, localizada no povoado Limão, em Turiaçu, há aproximadamente 154 km de São Luiz, capital do estado do Maranhão.

Maria Graça Cordeiro Mendes, de 70 anos, e Jesuíno Cordeiro Mendes são os pais do atual deputado Federal Cléber Verde (Republicanos) e do ex-deputado estadual Júnior Verde.

O crime

Segundo informações da TV Mirante, a mãe de Cléber levou pauladas e foi golpeada com uma arma branca. Seu corpo foi encontrado na tarde desta terça-feira (14). Graça foi atacada após uma invasão na propriedade do casal e morreu dentro de casa.

O corpo de Jesuíno foi encontrado pelos policiais nesta quarta-feira (15), em meio a um matagal. O pai do deputado foi encontrado com ferimentos de arma de fogo.

No momento do assassinato de Graça, o pai de Cléber trabalhava consertando as cercas da fazenda. O secretário Jefferson acredita que ele ouviu os barulhos e tentou ir para casa, porém, antes que pudesse chegar, foi baleado e, em uma tentativa de se livrar dos criminosos, teria corrido em direção ao matagal onde foi encontrado.

A princípio, os suspeitos de assassinato eram dois adolescentes que chegaram a ser detidos. O principal suspeito foi identificado como Fábio, que foi morto durante um confronto com policiais.

Os adolescentes foram liberados, pois a participação deles no crime não foi constatada.

De acordo com as últimas informações policiais, Fábio teria agido na companhia de uma mulher e dois homens, porém os três suspeitos estão foragidos.

Assessoria do deputado

A assessoria de imprensa do deputado federal Cléber Verde lamentou o ocorrido, publicando uma mensagem de apoio nas redes sociais de Cléber.

Na mensagem de luto, a equipe fala da dificuldade em encontrar palavras que possam descrever a indignação e tristeza que todas as pessoas próximas a Cléber e seus pais estão sentindo neste momento, mencionando que Maria e Jesuíno eram pessoas de bem, que criaram seus filhos com muita luta.

A assessoria também deixa claro que o casal de idosos era da paz e que propagava bons sentimentos e amor ao próximo.

Em um momento de desabafo, os assessores do deputado falam que um crime tão brutal contra pessoas tão indefesas causa grande revolta: "isso não pode ficar impune".

No final da nota prestaram solidariedade aos membros da família Cordeiro Mendes e disseram que todos estão em constante oração para que Deus amenize a dor que todos estão sentindo pela perda.

Investigação

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, afirmou através de uma coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, que a possibilidade de crime por encomenda foi descartada.

Em entrevista fornecida à Rádio Mirante AM, Jefferson afirma que o caso foi um duplo latrocínio (roubo seguido de morte). Alegando que Fábio, o suspeito morto durante o confronto com policiais, seria o mandante do crime.

Procurado pela Polícia, Fábio era considerado um homem violento. De acordo com depoimento de algumas pessoas nesta quarta-feira, ele já havia declarado que gostaria de atirar em alguém durante um assalto.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!