Durante um treinamento da Polícia Militar, o cabo Alexandre Luís Batista, de 43 anos, caiu do helicóptero Águia, não resistiu e morreu. O treinamento estava sendo realizado na manhã desta quinta-feira (16), em um aeródromo localizado em Álvares Machado, no interior de São Paulo. O policial até chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Regional de Presidente Prudente, porém, chegando ao local seu estado foi considerado muito grave e, de acordo com informação passadas pela corporação ao portal G1, pouco tempo depois ele acabou não resistindo aos ferimentos.

Segundo o Hospital Regional, o cabo entrou na unidade e recebeu todos os cuidados possíveis dos profissionais do local, contudo, a morte do paciente foi confirmada às 11h40.

Ainda de acordo a corporação policial, no momento do acidente estava sendo realizado um treinamento da Força Tática do 32º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), da cidade de Assis, em São Paulo, em conjunto com o Grupamento Aéreo.

O treinamento estava sendo realizado próximo ao Condomínio Valência 1, quando, por razões que ainda precisam ser esclarecidas, o militar acabou se desequilibrando e caindo do helicóptero. De acordo com a corporação, Batista, que era cabo da Polícia Militar e também integrava a Força Tática no município, caiu de uma altura de ao menos 8 metros. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 10h40. Agora, ficará a cargo da PM a instauração de uma sindicância para apurar o caso.

Policial mata homem que esfaqueou idoso

Segundo informações passadas pela polícia de Michigan, nos Estados Unidos, e divulgadas pelo jornal USA Today, um policial matou um homem que esfaqueou um idoso de 77 anos em uma loja de conveniência. O homem matou o cliente depois que o idoso o confrontou por não estar usando máscara de proteção.

De acordo com a publicação do jornal, Sean Ernest Ruis, de 43 anos, entrou em uma loja de conveniência por volta das 6h45 da última terça-feira (14). No estabelecimento, um idoso, que estava usando máscara, confrontou Sean por não estar usando o acessório de segurança em meio à pandemia. Ainda segundo o jornal, em seguida, Ernest e o idoso foram até o estacionamento onde continuaram discutindo, isso até que Ruis pegou uma faca, golpeou o idoso e fugiu do local.

O estado de saúde do idoso, que não teve a identidade revelada, segue estável.

Depois do ocorrido, um policial do condado de Eaton acabou localizando o veículo do suspeito às 7h13 em um bairro localizado a quilômetros da loja de conveniência aonde aconteceu o crime. A agente teria pedido então para que Ruis saísse do veículo, pedido que foi obedecido pelo suspeito, porém, ele saiu com uma faca em mãos e foi se aproximando da policial. Neste momento, a policial teria lhe pedido para largar a arma branca, porém, como o mesmo não obedeceu e continuou se aproximando, ela acabou atirando nele.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!