Na noite da última sexta-feira (25) duas mulheres desfilaram pelas ruas do bairro do Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, de biquíni, em cima de um carro conversível. Enquanto um homem dirigia o veículo, as duas mulheres dançavam e até se beijavam. Durante o passeio, enquanto o carro estava parado no trânsito, outra mulher arremessou garrafas contra o veículo.

Neste momento, uma das moças de biquíni decidiu revidar com socos a agressão feita pela mulher, que estava sentada em um restaurante. Na confusão, um homem que também estava no estabelecimento puxou e arrancou a parte de cima do biquíni da mulher, isso, antes que o veículo deixasse o local.

Após o ocorrido, um vídeo do momento e ainda relatos do que ocorreu tomaram conta das redes sociais.

Mulher se manifesta nas redes sociais

De acordo com informações passadas pela arquiteta Aline Cristina Silva nas redes sociais, na noite do sábado (26), ela estava no restaurante acompanhada de idosos e duas crianças quando, segundo ela, eles foram surpreendidos com “cenas de atentado ao pudor”.

Aline afirma que as duas moças de biquíni “estavam fazendo preliminares” na frente de todos. “Parecendo um filme pornô”, caracterizou a arquiteta. Procurada pela equipe de reportagem do UOL, a arquiteta optou por não se pronunciar. As duas mulheres e o homem que dirigia o conversível não foram localizados.

Discussão em bar termina em pancadaria no DF

No dia 9 de agosto, a briga entre duas mulheres e um homem acabou gerando uma pancadaria generalizada em um bar, no centro de Ceilândia (DF). Mesmo em meio à pandemia, o estabelecimento estava lotado no momento em que a briga se iniciou.

A confusão só teve fim após a chegada da Polícia Militar, e o caso foi registrado como lesão corporal na 15ª Delegacia de Polícia de Ceilândia. Toda a briga foi filmada por clientes presentes na choperia Beer House, onde aconteceu a pancadaria.

Tudo começou depois que uma mulher se aproximou da mesa de um casal, que estava no interior do estabelecimento.

Depois disso, não demorou muito até que a discussão acabasse evoluindo para uma agressão física. Neste momento, alguns presentes no local tentaram apartar a briga, contudo a confusão acabou se estendendo para fora do bar e continuou na calçada, onde estavam os carros estacionados.

Diante do ocorrido, muitos garçons do local tentaram intervir na confusão, mas acabaram levando pontapés e socos. Clientes logo abandonaram suas mesas e começaram a agravar todo o ocorrido, isso sem o uso de máscaras. Com a chegada da polícia, a confusão teve fim e uma das envolvidas, que estava no estabelecimento acompanhada do homem, prestou depoimento e optou por abrir uma ação criminalista contra a terceira envolvida.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!