Um crime brutal chocou a população de Betim, em Minas Gerais, na madrugada de segunda-feira (7). Um homem de 24 anos tirou a vida do filho, de 3 anos, e ainda transmitiu o crime através de uma vídeochamada para a ex-esposa, mãe do menino.

Homem tira a vida do filho em MG

Pablo Henrique estava passando o feriado de Independência com o filho pequeno, quando na noite de domingo, por volta das 21h30, teria ligado para a esposa pedindo para reatarem. Após negativa da mulher, ele teria mandado um áudio ameaçando a mesma e a criança.

O homem teria saído para a rua e voltado tempos depois nervoso para casa.

O rapaz pegou o menino e a sua mãe, avó do menino, tentou tirar a criança de seus braços, mas ele impediu, e tempos depois foi para o quarto dormir com o filho.

Depois de algumas horas, durante a madrugada, a mulher acordou com o filho gritando que iria matar a criança. A mulher levantou e já encontrou o neto caído no chão todo ensaguentado, após ser esfaqueado pelo pai. A mulher ainda presenciou o filho tentando tirar a própria vida, dando facadas em seu corpo. O homem teria feito uma vídeochamada para a ex-esposa e transmitido o momento em que matava o próprio filho.

Socorro ao menino e ao pai

Ao se deparar com a triste cena, a mulher saiu para a rua pedindo socorro. O menino chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância.

O homem foi socorrido e levado para um hospital de Betim, onde se encontra sob escolta policial.

O homem teria sido submetido a uma cirurgia, mas se encontra sedado, entubado e respirando por ventilação mecânica. Existe a suspeita de que o suspeito esteja com Covid-19, por isso mesmo, ele se encontra isolado na unidade de saúde.

Além da mãe do suspeito, seu padastro também se encontrava na casa no momento do crime, além de outras três crianças, duas meninas de 9 anos e um menino de 3 anos, e uma adolescente de 14 anos, todos irmãos do suspeito, por parte de mãe.

Motivação pelo crime seria ciúmes

Segundo a mãe do rapaz, ele teria feito uso de bebidas alcoólicas e drogas antes de cometer o crime.

O homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe do menino e sentia muitos ciúmes da ex-esposa. A informação é confirmada pelo tenente Matheus Fernando.

O policial afirmou que o suspeito pode responder por ameças, já que tudo indica que ele chegou a ameaçar a mãe da criança ante de matar o filho, além de responder por homicídio qualificado. O homem já teve o flagrante expedido e mesmo estando no hospital, se encontra como condição de preso.

Uma amiga da família disse que o homem chegou a afiar a faca na cozinha antes de cometer o crime contra o filho e que isso eram por volta das 3 horas da madrugada. O menino teria sido atingida por facadas no peito, braços, axila e costas. O homem estava com perfurações no abdome e arranhões no peito.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!