Um casal de namorados –um jovem de 18 anos e uma menor de 17– foi preso pela Polícia Civil em Taubaté, no interior de São Paulo, suspeito de matar um homem. O caso foi registrado no último dia 31 de outubro. Os nomes não foram revelados pela Justiça.

Segundo as informações divulgadas pelo portal UOL, a vítima é pai do jovem que está sendo investigado pela polícia. O casal também é acusado de ter roubado um carro em Redenção da Serra (SP), uma cidade vizinha a Taubaté. Segundo a polícia, os jovens alegam que cometeram o crime porque o homem queria abusar da jovem.

O corpo do homem, que também não teve sua identidade revelada, foi encontrado carbonizando.

A polícia constatou que se tratava do pai do suspeito através de exames realizados pelo Instituto Médico Legal (IML), e a causa da morte foi por traumatismo craniano, após receber pancadas na cabeça.

Plano de fuga do jovem e namorada

Assim que foi registrado o boletim de ocorrência, os investigadores começaram a fazer buscas para encontrar o casal suspeito. Os jovens foram abordados por policiais enquanto passavam pela rodovia Major Gabriel Ortiz Monteiro, sentido Redenção da Serra, dentro um VW Gol, que foi furtado pela dupla.

O jovem, segundo a polícia, disse que pretendia pegar uma caminhonete que seu pai tinha, a qual foi usada para transportar o corpo da vítima, lavar as manchas de sangue e depois queimá-la.

Assim que destruísse o carro, eles iriam seguir para uma cidade no sul de Minas Gerais, onde ficariam escondidos.

Em seus depoimentos, os suspeitos contam a mesma versão, onde alegam que os três estavam consumindo drogas e depois o homem quis abusar da jovem. Em seguida o suspeito pegou um pedaço de madeira e matou o pai.

Depois colocou o corpo na caminhonete e levou para desovar e fazer uma queima de arquivo, pondo fogo no corpo.

Em seguida, eles fugiram com a caminhonete, mas o combustível do carro acabou na divisa com Redenção da Serra. Então eles retornaram para Taubaté andando. Ao chegar lá, o casal furtou um carro e retomou a fuga, mas foi interceptado pelos policiais.

Eles foram encaminhados para delegacia de Taubaté.

O jovem responderá por homicídio e roubo qualificado. Ele segue preso em uma penitenciaria que não teve o nome divulgado. Já a jovem, a Justiça entendeu que ela não teve participação direta no crime, então eles colheram seu depoimento e depois foi liberada.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!