Uma tragédia ocorreu neste domingo (17), em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Um homem de 39 anos morreu após discutir com a namorada, uma mulher de 31 anos, e bater a cabeça durante a briga.

A mulher contou aos policiais que empurrou o namorado para se defender de uma suposta agressão, e então ele caiu e morreu.

A tragédia ocorreu em Solemar, bairro de Pria Grande, na Rua Castro Alves. Os policiais militares chegaram ao local da tragédia após serem acionados, e lá já encontraram o Samu no local.

A chave e a discussão

Em depoimento à Polícia Civil, a mulher afirmou que ela e o companheiro iniciaram a briga após retornarem da praia e não encontrarem a chave do portão da casa.

Ela relatou que o homem a agrediu com um soco na cabeça e, após isso, reagiu empurrando a vítima.

Mulher é indiciada após morte de namorado

A mulher foi indiciada por homicídio culposo, que é quando alguém provoca a morte de alguém sem a intenção de matar. Segundo informações da Polícia Civil, a prisão dela foi feita em flagrante e registrada na delegacia do município. O caso ainda segue sendo investigado pela polícia.

Mulher não pagou fiança solicitada

Segundo informações divulgadas pelo portal G1, a mulher foi levada para a penitenciária feminina, que fica localizada em São Vicente após não pagar a fiança. Autoridade responsável pelo caso pediu fiança de R$ 5 mil para a mulher, que não pagou o valor até este domingo (17). Ela deve passar por uma audiência de custódia ainda neste fim de semana.

Mulher mata marido em discussão em BH

Na quinta-feira (14), em Belo Horizonte, Minas Gerais, uma mulher, de 21 anos também matou o companheiro, de 20 anos, após uma discussão por causa do filho de um ano. O caso aconteceu em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Em depoimento à polícia, a mulher afirmou que a vítima tinha feito uso de drogas e, após isso, ficou agressivo e tentou enforcá-la.

A mulher afirmou que ao tentar se defender, enforcou o marido com uma correntinha que ele usava no pescoço. Ela informou aos policiais que chamou o Samu e que tentou reanimar a vítima, porém sem sucesso. Quando a equipe de atendimento chegou ao local, a vítima já estava sem vida. Segundo a polícia, tanto a mulher como a vítima já possuíam passagens pela polícia e eram conhecidos por moradores da região por usarem drogas.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!