A maioria das gestantes sofre com a sensação de queimação no estômago e esôfago causada pela azia, que acomete as mamães desde o início da gravidez. Estes sintomas podem estar presentes até o o final da gestação.

Mas para que o bebê nasça com Saúde, a futura mamãe deve evitar cair na tentação de utilizar antiácidos para aliviar esta sensação. Uma revisão de oito estudos acaba de confirmar um aumento de até 34% no risco de o bebê ter asma quando a gestante utiliza inibidores de bomba de prótons (P.P.I). Estes números sobem para até em 57% com o uso de antagonistas dos receptores de histamina-2 (H2). Ambas as substâncias compõem os remédios antiácidos de uso comum.

Estes medicamentos [VIDEO], utilizados no tratamento e alívio dos sintomas do refluxo esofágico não precisam de prescrição médica e estão disponíveis nas prateleiras de qualquer farmácia. Nenhum dos estudos revistos continha dados que explicassem exatamente quais fatores genéticos ou ambientais poderiam estar ligados à associação do uso de antiácidos na gravidez e os quadros de asma nos Bebês e crianças expostos à essas substâncias.

Mesmo assim, a relação entre o consumo deste tipo de remédio e os casos de asma em bebês persistiu mesmo quando os cientistas eliminaram algumas variáveis tais como o uso de drogas ou tabagismo; a idade da mãe ao dar a luz, também tida como uma variável a ser observada, tampouco teve qualquer relação comprovada com esta associação.

O principal autor do estudo, o Dr.

Huahao Shen, da Faculdade de Medicina da Universidade de Zhejiang, na China, declarou que novos estudos serão feitos para comprovar os dados dos estudos anteriores.

Enquanto isso, uma alternativa para as mamães que sofrem com a azia e a queimação é procurar 'remédios' naturais para o alívio de seus sintomas [VIDEO].

Para prevenir a azia, as grávidas podem seguir as seguintes dicas:

  • não ingerir líquidos durante as refeições;
  • fazer refeições de 3 em 3 horas, sempre em pequenas quantidades;
  • evitar refrigerantes e outras bebidas gasosas;
  • não utilizar roupas apertadas demais;
  • evitar alimentos de difícil digestão, tais como feijoada e churrasco;
  • evitar o consumo de alimentos muito gordurosos, tais como manteiga, queijos amarelos e frituras;

Já para aliviar os sintomas, as futuras mamães podem optar por:

  • comer um pãozinho ou biscoito água e sal - fazer isso ajuda a controlar os sucos gástricos;
  • tomar uma batida de iogurte (preferivelmente desnatado) com mamão;
  • comer maçãs sem casca ou tomar suco de maçã;
  • tomar chá de gengibre ou mastigar um pedaço de gengibre - apenas após o terceiro mês de gestação e com moderação;