Uma alimentação adequada e balanceada pode diminuir os impactos e os sintomas que diversos tipos de dermatite [VIDEO] podem ocasionar. Simplesmente retirar alguns alimentos, como o leite, alguns frutos do mar, ovos e amendoim, poderá ser o melhor início.

O ideal é consultar um dermatologista e um nutricionista para juntos descobrirem a origem e a melhor maneira para tratar e prevenir as crises de dermatite. A doença pode ter inúmeras causas, além de alergia alimentar, mas isso dependem da intensidade e do tipo, que, por sinal, alterna o grau e o tempo que cada pessoa é alérgica a algum medicamento ou substância.

Por todos esses motivos, é imprescindível fazer um teste de alergia para saber as causas da dermatite e, com isso, evitar futuras crises.

Em boa parte dos casos de dermatite, a causa muitas vezes pode não ser alimentar, mas há alimentos que podem auxiliar na melhora da dermatite, da mesma forma que alguns também podem piorar e elevar o grau de coceira, descamação, vermelhidão e formar bolhas na pele.

Alimentos que se devem evitar

É indispensável descobrir a origem da dermatite e, assim, ter conhecimento de quais alimentos podem ser evitados. Experimente evitar alguns alimentos por cinco dias e verifique se a pele melhora seu aspecto. Inicie evitando alguns cereais, como a aveia, o trigo e a cevada, como também alguns glutinosos.

Os alimentos a seguir podem simplesmente ocasionar alergia. Para melhorar a dermatite [VIDEO], o ideal será excluir alguns desses alimentos abaixo:

  • Avelã;
  • Amendoim;
  • Castanha-do-pará;
  • Ervilha;
  • Feijão;
  • Frutos do mar;
  • Kiwi;
  • Leite;
  • Lentilha;
  • Morango;
  • Nozes;
  • Ovo;
  • Soja;
  • Tomate;
  • Trigo.

Alimentos para melhorar a dermatite

A dermatite é uma enfermidade inflamatória na pele que pode ser crônica ou alérgica.

Uma forma de amenizar as crises é ter uma boa alimentação e introduzir na dieta alimentos antioxidantes e anti-inflamatórios. Abaixo segue algumas dicas de alimentos que podem contribuir para essa melhora:

Bagas de Goji: auxiliam a reduzir a fragilidade do sistema imunológico. Os legumes e as frutas possuem propriedades importantíssimas de antioxidantes.

Sementes de chia: possuem propriedades anti-inflamatórios, auxiliam a desinflamar a pele e diminuem a queimação que algumas dermatites causam.

Probióticos: contêm bactérias que produzem efeitos anti-inflamatórios, como é o caso do leite fermentado e do iogurte, que possibilitam uma melhora na digestão, além de auxiliar na eliminação de diversas substâncias tóxicas do corpo humano.

Com a recomendação do médico, poderá utilizar suplementos, como, por exemplo, o ômega 3 [VIDEO], óleo de borragem, quercetina, probióticos e zinco.