Nesta última sexta-feira (15), uma Mulher norte-americana deu à luz sêxtuplos. O caso aconteceu em Houston, no Texas. A gravidez de sêxtuplos é extremamente rara, seguindo a proporção de 1 a cada 4,7 bilhões.

A mãe é Thelma Chiaka e deu à luz dois pares de gêmeos do gênero masculino e um par de gêmeas do gênero feminino. As garotinhas já receberam nomes e irão se chamar Zina e Zuriel.

O que mais impressiona nessa história é que Thelma não fez nenhum tipo de tratamento de fertilização, o que torna o caso dela mais raro ainda, pois é extremamente difícil uma gestação de seis bebês de maneira natural.

Tanto Thelma quanto todos os seis bebês estão bem, apesar de terem nascido com pouco peso --que varia entre 500 gramas e 900 gramas. Por enquanto permanecem na unidade de tratamento intensivo neonatal, de acordo com declaração do Hospital.

Apesar de ser uma probabilidade bem remota a de ter sêxtuplos, não é o primeiro caso nos Estados Unidos. No ano passado Courtney e Eric Waldrop tiveram uma grande surpresa.

O casal sempre sonhou com uma família numerosa, mas no início tiveram algumas dificuldades em relação a isso.

Courtney sofreu vários abortos antes de dar a luz a seu primeiro filho, Saylor. Depois do nascimento do primeiro filho fez alguns tratamentos de fertilização assistida, que teve como resultado a gravidez de gêmeos, Wales e Brigde.

Com o objetivo de aumentar ainda mais a família tentaram engravidar novamente mas não obtiveram sucesso.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Mulher Maternidade

Mais uma vez recorreram a tratamentos médicos para engravidar, e desta vez Courtney descobriu que estava carregando em seu ventre seis crianças.

A mãe fez a seguinte declaração ao site Pop Sugar. “Esses bebês são um milagre. Porque as chances eram contrárias, em todos os sentidos, da gravidez à sobrevivência deles, assim como a nossa aceitação depois de uma surpresa dessas. Depois de toda a tempestade vem u arco-íris", e assim ficaram conhecidas as crianças, “bebês arco-íris”, devido ao fato de terem nascido em uma gravidez que veio logo após um aborto.

Os bebês ficaram internados por um curto período e ao receberem alta receberam como presente de boas vindas um ensaio fotográfico onde foi feita uma alusão a um arco-íris para registrar o ocorrido, até porque não é todo dia que alguém da à luz seis bebês de uma só vez.

A medicina avança e permite mulheres com dificuldade de engravidar à atingir a maternidade

A Maternidade é algo almejado por grande parte das mulheres, a maioria delas carregam esse virtuoso desejo de serem mães.

Acontece que como exposto no caso de Curtney nem sempre é fácil conseguir atingir a maternidade.

É aí que o avanço tecnológico em conjunto com o avanço da medicina no mundo tem ajudado casais a conquistarem este sonho. Na maioria das vezes em que casais optam pela fertilização, o resultado é uma gravidez de gêmeos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo