Os saques do benefício de R$ 600 a R$ 1.200 [VIDEO], aprovado e sancionado pelo governo federal, está previsto para ser liberado nesta semana. A medida foi tomada como solução para ajudar famílias que estão em quarentena para conter a pandemia do coronavírus. Com prazo estipulado de três meses de assistência disponibilizada pelo Governo, o benéfico pode ser estendido, a depender de como estará o controle sobre o vírus. Segundo as informações, durante uma coletiva de imprensa, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse que estava havendo um esforço por parte do governo para ver a possibilidade de liberar o pagamentos do beneficio antes da Páscoa.

O governo disse que será divulgado um calendário e será parecido com o modelo usado para saques imediatos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O intuito é evitar a aglomeração entre os beneficiário e assim evitar a proliferação do vírus.

Ainda não foi definido por parte do governo a forma como será a ordem de saques do benefício.

O governo também irá lançar um aplicativo para as pessoas fazerem seus cadastros e se informar se terá ou não direito ao beneficio.

Esse aplicativo tem o intuito de atender as pessoas que não estão cadastradas no CadÚnico e nem recebem o Bolsa Família.

A crise causada pela pandemia do coronavírus tende a afetar mais os trabalhadores informais, aqueles não possuem carteira assinada.

Eles representam cerca de 40% da força de trabalho do Brasil, segundo o IBGE.

Governo cria aplicativo para cadastramento do 'coronavoucher'

O aplicativo que será usado para o cadastramento do beneficio "coronavoucher" começa a funcionar a partir desta terça-feira (7).

Para atender a demanda do pedido do auxílio será disponibilizado atendimento no site da Caixa Econômica Federal e também por telefone será possível se cadastrar e tirar dúvidas quanto ao benefício.

Assim que realizar cadastro pelo aplicativo para receber o benefício, será possível saber se terá ou não direito a receber. Serão dez requisitos que o cidadão terá que se enquadrar para esta apto a receber o coronavoucher.

Segundo as informações, a previsão para pagamento é de 48 horas depois do cadastramento, mas não foi estipulado ainda um prazo concreto por parte da Caixa.

'Coronavoucher': pessoas sem conta no banco como sacar benefício?

Para os beneficiários que não tem conta em banco, irão receber o benefício nas casas lotéricas. Um novo aplicativo está sendo criado para atendimento exclusivo ao benefício e assim agilizar a liberação dos pagamentos.

Para os beneficiários que possuem conta em banco, o pagamento pode ser feito através de transferência bancaria e não será cobrada nenhuma taxa pelo serviço.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!