Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, milhares de cidadãos brasileiros precisaram se adaptar ao universo da Tecnologia, para fazer uso do aplicativo de pagamento Caixa Tem e, assim, conseguir receber e movimentar os valores depositados por programas do Governo federal.

O Auxílio Emergencial, o FGTS Emergencial e o BEM fazem parte desses programas, e o aplicativo foi criado para facilitar a vida da população, no entanto, muitos usuários estão apresentando dificuldades em utilizar a plataforma.

Benefício sumiu

Muitas pessoas observaram que algumas movimentações estranhas acontecem dentro do aplicativo e que os valores do benefício simplesmente somem da poupança digital.

Em algumas situações, quando o dinheiro não aparece no saldo do aplicativo Caixa Tem, pode ter ocorrido uma transferência automática, que a própria Caixa tenha efetuado para uma outra conta cadastrada.

Contudo, o desaparecimento dos valores podem ter ligação com uma fraude, e o usuário precisa identificar com rapidez os dois casos, para não ser ainda mais prejudicado.

Cadastramento no Caixa Tem

É necessário que o usuário do aplicativo fique atento a algumas informações, para descobrir o que pode ter acontecido com os valores do benefício que não aparecem disponíveis na poupança digital.

No início, quando o Auxílio Emergencial começou a receber inscrições pelo site da Caixa, pelo aplicativo ou até mesmo pelos correios, os usuários puderam adicionar uma conta bancária pessoal já existente.

A partir daí, o governo começou a fazer os depósitos do benefício, justamente na conta que o usuário indicou no momento do cadastro e para as pessoas que não tinham conta em nenhum banco, foi aberta uma poupança digital, para que usuários, tivessem acesso ao pagamento do benefício.

Entretanto, depois de um tempo, as regras mudaram e todos os depósitos das parcelas do auxílio passaram a ser feitos pelo aplicativo Caixa Tem (com exceção dos beneficiários do programa Bolsa Família).

Como identificar

Após essa mudança, o governo adotou o processo para pagamento em duas etapas:

  • Na primeira etapa, o valor do benefício só fica disponível para serviços digitais por aplicativo, como pagamento de boletos e compras online;
  • Já na segunda etapa, os valores são liberados e o usuário consegue efetuar saques e transferências.

É exatamente neste último processo, que o usuário precisa ficar atento.

Depois que o dinheiro foi liberado para saque, em alguns casos, a Caixa transfere o valor do benefício automaticamente para aquela conta pessoal na qual o usuário havia indicado no momento do cadastro.

Nesse caso, o beneficiário precisa verificar se o valor que saiu da poupança digital do Caixa Tem está na sua conta bancária informada.

Se o usuário não conseguir identificar onde está seu benefício, é bem possível que tenha sido vítima de fraude por alguém que sacou ou desviou o dinheiro da sua poupança digital. A orientação é procurar imediatamente uma agência da Caixa e relatar o que ocorreu.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Siga a página Tecnologia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!