Se para adultos ficar um período internado é algo totalmente desagradável e chega até mesmo a ser tão sofrido quanto uma cirurgia, para crianças é algo ainda mais complicado. O tempo longe da família, da escola e dos amigos tende a deixá-las bastante tristes.

Pensando em melhorar a autoestima dessas crianças, a revista espanhola especializada em Futebol Panenka firmou uma parceria com o Hospital San Rafael, de Madri, para criarem batas que reproduzem camisas de futebol do país. Elas substituem as tracionais e impessoais batas verdes. A iniciativa foi anunciada na última terça-feira (14) e já é um grande sucesso, tendo recebido pedidos de outras partes do mundo.

As peças são feitas com camisas oficiais que possuem desde a marca do fornecedor de material esportivo, patrocinadores, número e nome dos jogadores. As batas de Sérgio Ramos, do Real Madrid, de Lionel Messi, do Barcelona, e Antonie Griezmann, do Atlético de Madrid, são as mais populares entre as crianças internadas.

A iniciativa, batizada como “Las batas más fuertes” (as batas mais fortes, em tradução literal), tem como objetivo fazer com que as crianças sintam que o período de internação pode ser mais alegre. Todas as batas são confeccionadas em uma oficina situada em Madrid.

Ânimo melhor influencia e pode reduzir internação

“Todos os dias, meninos e meninas hospitalizados jogam uma partida muito difícil”, explica a equipe da revista. Eles afirmam que quando a criança coloca a camisa de seu time, ao invés da tradicional bata verde, seu estado de ânimo melhora, fazendo com que elas se sintam mais fortes.

Uma das médicas do hospital disse que o estado de ânimo de uma criança influencia na evolução de seu estado de saúde, fazendo com que o tempo de internação diminua. “Reduz sua estadia, porque melhora seu estado de ânimo e suas defesas naturais”, disse.

Sucesso e pedidos até de fora da Espanha

A iniciativa, antes restrita apenas a uma região, pode se tornar global.

Isso porque o sucesso foi tamanho que os responsáveis pela revista receberam muitos pedidos via e-mail de associações, clubes e torcedores, tanto da Espanha quanto de outros países, como Argentina, Chile, Estados Unidos, México, Portugal, França, Itália e Senegal.

Por conta disso, foi criado o e-mail lasbatasmaisfuertes@panenka,org onde hospitais e centros de saúde podem pedir para se juntar ao projeto.

A revista informou ainda que a partir do próximo mês os pedidos começarão a ser recolhidos e as doações de batas especiais enviadas. “Esperamos que possamos ajudar o maior número de crianças com este modesto pedaço de pano”, publicou a revista, afirmando que isto “era apenas o começo”.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!