Depois de toda a violência e vandalismo no Mineirão durante o segundo tempo, que interrompeu o jogo, o perfil oficial do Mineirão divulgou imagens dos danos causados pelos torcedores enfurecidos.

Antes de o jogo entre Cruzeiro e Palmeiras chegar ao fim, já dava para ver parte da destruição causada pelos torcedores do Cruzeiro, que estavam enfurecidos pelo rebaixamento do clube para a série B, algo inédito para o time.

Depois de toda a confusão e vandalismo causado pelos torcedores do Cruzeiro, o Mineirão usou as redes sociais para divulgar as imagens, na legenda disseram que algumas pessoas acham que o estádio é apenas um gigante de concreto, mas que ele tem alma.

Que ele torce, vibra, comemora, sofre e fica triste. Ainda na publicação disseram que ver um clube mineiro ser rebaixado é triste, mas que ver torcedores que vibram com paixão pelo time se tornarem vândalos, é pior ainda.

Três torcedores foram parar no pronto-socorro

Depois da derrota para o Palmeiras, o clima de velório da torcida cruzeirense se transformou em ódio e vandalismo.

O confronto era a última chance do time mineiro de se salvar da Série B.

O pressentimento da derrota foi confirmado antes mesmo de o segundo tempo chegar ao fim, mas a reação da torcida não foi das melhores.

O clima de tristeza foi deixado de lado e a violência tomou conta da arquibancada. O Gigante da Pampulha transbordou em brigas, depredações, violência, revolta, vandalismo e muita confusão.

O fato da partida ter sido de torcida única e contar com um esquema de segurança reforçado, impediu que a confusão terminasse em tragédia.

Quando o Botafogo abriu o placar do jogo contra o Ceará, a torcida do Cruzeiro se encheu de esperança e ficou até um pouco animada, mas a felicidade não durou muito.

Para que o Cruzeiro se salvasse do rebaixamento para a Série B, ele teria que vencer o Palmeiras, o que definitivamente não aconteceu.

O Ceará até conseguiu empatar com o Botafogo, mas o clima de derrota no Mineirão já era unânime, e nesse momento os torcedores do Cruzeiro não aguentaram a pressão, e a violência e o vandalismo tomaram conta, levando à depredação do estádio.

A confusão não foi generalizada logo de início, tudo começou no setor amarelo da arquibancada. Os torcedores que estavam lá invadiram outros locais da arquibancada e cadeiras começaram a ser quebradas e bombas estouradas.

O medo tomou conta e as pessoas estavam tentando fugir, o corre-corre ficou fora de controle e a polícia teve que intervir para evitar que a violência se tornasse uma tragédia.

Mesmo com a intervenção da polícia e da segurança particular do estádio, três torcedores foram levados para o pronto-socorro com ferimentos considerados graves.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Palmeiras
Seguir
Siga a página Cruzeiro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!