Dando continuidade ao processo de regularizar as pendências financeiras com o seu elenco, o Fluminense anunciou, na noite desta quinta-feira (12), que irá pagar seis meses (maio a outubro) de direitos de imagem atrasados.

O valor mensal desse benefício, que se restringe a menos da metade dos atuais jogadores do Tricolor das Laranjeiras, é de aproximadamente R$ 400 mil.

Diferente dos vencimentos previstos na Consolidação das Leis Trabalhistas, os quais estão em dia, o processo de regularização dos direitos de imagem é mais demorado.

Inicialmente, cada um dos jogadores precisa emitir nota de sua empresa (Pessoa Jurídica). Na sequência, o clube faz o depósito. Este trâmite, devido à burocracia, pode demorar alguns dias. Após esse pagamento, o Fluminense só estará devendo os direitos do mês de novembro.

Comandada pelo presidente Mário Bittencourt, a atual gestão, que assumiu no último mês de junho, vem brigando para acabar ou minimizar a grave crise pela qual atravessa o Fluminense. Em um espaço de 180 dias, houve o pagamento de nove meses de salários atrasados e do 13º do ano passado.

Nessa semana, o clube informou também ter quitado o débito no PROFUT e o adiantamento de cinco anos do financiamento, o que aproxima a agremiação das Laranjeiras de obter as Certidões Negativas de Débito (CND).

Fluminense inicia caminhada da Copa do Brasil no Maranhão

Ainda nesta quinta, foram sorteados, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, os jogos das três primeiras fases da Copa do Brasil de 2020.

Um dos clubes que estavam no pote A, o Fluminense estreará na competição diante do Moto Clube, de São Luís, capital do Maranhão.

Assim como vem ocorrendo nos últimos anos, na primeira fase, haverá apenas uma partida e as equipes melhores colocadas no Ranking da CBF terão a vantagem de jogar pelo empate, o que acontecerá com o Tricolor. Em contrapartida, a agremiação carioca precisará enfrentar o Rubro-Negro Maranhense na Arena Castelão, ou seja, na casa do adversário.

Caso avance, o Fluminense, que, na edição de 2007, ficou com o título, derrotando, na final, o Figueirense, enfrentará o vencedor de Atlético-BA e Botafogo-PB. Os confrontos entre Vitória-BA X CSA e Novorizontino X Figueirense completam a chave da agremiação das Laranjeiras.

Inicialmente, a Copa do Brasil tem 80 participantes. A partir das oitavas-de-final, entram os oito representantes brasileiros na Libertadores (Flamengo, Santos, Palmeiras, Grêmio, São Paulo, Corinthians, Internacional-RS e Athletico-PR), mais o Bragantino (Campeão da Série B), Fortaleza (campeão da Copa do Nordeste) e o Cuiabá (campeão da Copa Verde)

Fluminense oficializa a Umbro como fornecedora de material

Por intermédio de seu site, o Fluminense oficializou, na manhã desta quinta-feira, a britânica Umbro como sua nova fornecedora, substituindo a atual Under Armour.

Ao falar da nova parceria, o presidente tricolor, Mário Bittencourt, justificou essa escolha pela forte capacidade de produção da empresa e o grande conhecimento no segmento esportivo.

"A Umbro coloca mais de 4 milhões de produtos anualmente no mercado. Estamos muito animados com essa caminhada em conjunto e esperamos que seja um período de muitas glórias”, disse o mandatário.

Oriunda de Manchester, na Inglaterra, em 1924, a Umbro tem seus produtos usados exclusivamente no futebol há mais de 95 anos em cerca de 100 países. As primeiras peças estão previstas para serem lançadas entre março e abril do próximo ano, para a disputa do Campeonato Brasileiro.

Serão confeccionados os uniformes 1, 2 e 3, além de goleiros, linhas de treino e viagem.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!