O brasileiro Neymar Jr contraiu o coronavírus, segundo o jornal francês L'Equipe. O atacante do Paris Saint-Germain (PSG) teria sido infetado enquanto curtia uma estadia no balneário de Ibiza, uma ilha badalada da Espanha. Além dele, outros dois colegas de time, os argentinos Di Maria e Leandro Paredes, também teriam se contaminado. O jornal afirma ainda que o pai de Neymar e o filho do atleta, Davi Lucca, também estariam com o vírus. O menino de nove anos, no entanto, seria o único assintomático.

Os jogadores do PSG estavam de férias após a derrota do clube para o Bayern de Munique, na final da Liga dos Campeões europeia.

Todos estão agora em quarentena por um período mínimo de uma semana, até que novos exames sejam feitos. O PSG e a assessoria de Neymar ainda não confirmaram a informação. O clube informou apenas que três jogadores haviam se infectado, sem revelar os nomes, um dia antes da reapresentação do elenco para a temporada francesa 2020/21.

A curtição em Ibiza envolveu outros jogadores do clube, como o goleiro Navas, os meio-campistas Ander Herrera e Marco Verrati e o também atacante Edinson Cavani. Entre as pessoas famosas que se encontram com Neymar na praia espanhola está a cantora Anitta [VIDEO].

O brasileiro desembarcou em Ibiza na última quinta-feira (27), passou mal no sábado, e retornou para a França no domingo.

Pelas informações até o momento, o jogador passa bem e não sente sintomas mais fortes da Covid-19.

Com a quarentena, Neymar, Di Maria e Paredes estarão fora da estreia do PSG no campeonato francês, prevista para o dia 10 de setembro, contra o Lens. Não jogam e também estão afastados de todos os treinamentos até ordem contrária do Departamento Médico do clube.

Coronavírus no mundo

Casos de Covid 19 no mundo superam 25 milhões de pessoas, segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins –que monitora o vírus desde o início da pandemia. Até o último boletim, do dia 30, a universidade contabilizou 25.039.694 casos da doença confirmados oficialmente. O número de mortes atingiu 843.243 pessoas.

Os EUA lideram com o maior número de casos, seguido do Brasil. Os demais países no ranking trágico são a Índia, Rússia e Peru.

A pandemia do coronavírus já abala o mercado do futebol. Diversos campeonatos e estádios ao redor do mundo foram interditados ou submetidos a limitação de torcida presencial e os clubes reclamam que estão sem a verba da bilheteria e estão perdendo anunciantes. Em todo o mundo, 29 jogadores de times do escalão principal estão com a doença. O zagueiro Rugani, do Juventus, Itália, foi o primeiro a se contaminar. Seis dias depois foi anunciado que o francês Matudi e o argentino Dybala contraíram o vírus. Na Espanha, o primeiro a testar positivo para o coronavírus foi o brasileiro Jonathas de Jesus, do Eiche FC.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Neymar
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!