O casal Chelsea e Adam Stipe viviam em Lancaster, na Pensilvânia (EUA), com o cão Charlie, um golden retriever que Adam adotou ainda bebezinho. Atualmente, eles vivem em Mooresville, na Carolina do Norte.

Aos 11 anos de idade, e em decorrência de um glaucoma, Charlie ficou completamente cego. Eles resolveram adotar um outro cão da mesma raça com o nome de Maverick, que acabou se tornando o cão-guia do mais velho. Os dois fazem tudo juntos e se tornaram melhores amigos. Essa história tem movimentado as mídias sociais através das postagens do Instagram de ambos os cães, o @charlieandmav.

Acima vemos o cão-guia sentado sobre o amigo.

Na postagem foi colocada a seguinte legenda: "If I fits, I sits", que em português seria algo como "se eu caibo, eu sento". Essa postagem de apenas 7 dias já tem mais de 20 mil curtidas e centenas de comentários, todos encantados pela dupla.

A perda de visão de Charlie e a chegada de Maverick

A história de Charlie deu uma guinada em 2016, quando por causa de um glaucoma ele teve que remover o olho esquerdo, o que causou no cão um grande desconforto. Somente anos mais tarde Charlie começou a perder a visão do olho direito e sentir dor, o que levou a decisão de removê-lo também.

Chelsea contou ao jornal NBC da Filadélfia que sempre teve vontade de adotar outro cachorro, principalmente quando ficou grávida e queria um cão que crescesse juntamente com a criança.

No ano novo de 2019 a família adotou um cãozinho carinhoso e bagunceiro a quem foi dado o nome de Maverick. Num primeiro momento, Charlie não gostou muito da ideia de ser mais o único cão da casa, mas com o tempo ele acostumou-se com a ideia.

Os dois foram se tornando amigos e o pequeno foi notando que Charlie tinha problemas que ele próprio não enfrentava.

Chelsea disse que quando ambos começam a brincar e um brinquedo caía longe de Charlie, Maverick começou a correr, buscar o brinquedo e colocá-lo em frente ao amigo, de maneira que a brincadeira continuasse. Depois desse evento, ambos aprenderam a se ajudar nas caminhadas que davam.

Do anonimato à fama

Chelsea encaminhou uma foto e a história dos cães à rede social 'WeRateDogs' que conta com milhões de seguidores no Instagram, Facebook e Twitter.

A mídia contatou a moça dizendo que todos adoraram as fotos e a história dos cães e iriam postá-la.

A postagem de Charlie e Maverick, que aconteceu no dia 18 de março, logo ganhou milhares de visualizações, curtidas e comentários das pessoas dizendo o quanto elas amaram a dupla. "Foi muito louco. Não foi o que eu estava esperando", relatou Chelsea, que teve a sugestão de abrir um Instagram para ambos que tanto entretém a família.

A conta foi aberta e ganhou mais de 20 mil seguidores no primeiro dia. "Tudo tem sido tão positivo, cheio de amor e tenho visto pessoas alcançadas relatando sobre a história deles e de seus cães que também tiveram glaucoma", finalizou Chelsea.

Até o momento do fechamento dessa matéria, a dupla de amigos tem 115 mil seguidores na conta do Instagram.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Animais
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!