O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o Chanceler Ernesto Araújo se reuniram nesta sexta-feira (30) com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump para debater assuntos importantes, onde conversaram sobre as polêmicas envolvendo a Amazônia e a sua importância para o mundo.

Segundo Araújo, a comitiva brasileira foi bem recebida por Trump que reforçou sua amizade com o Brasil. Em relação às queimadas, Araújo afirmou que toda ajuda é bem-vinda para extinguir o fogo, contudo afirmou que o Brasil está com a tarefa principal e tem capacidade para isto.

Na quinta-feira (29), o deputado Eduardo Bolsonaro voltou a criticar a atuação da França na cúpula do G7 e reforçou que o peso norte-americano no G7 é essencial, e em questão de justiça o pêndulo veio para o lado brasileiro. "Realmente o peso norte-americano no G7 é essencial e o pêndulo veio para o lado brasileiro por uma questão de justiça", disse Eduardo. De acordo com Eduardo Bolsonaro, Macron esta “querendo usar a Amazônia para fins políticos” para aumentar sua popularidade.

Bolsonaro anunciou viagem de Eduardo aos EUA

O presidente anunciou a Viagem de Eduardo e Ernesto Araújo, Chanceler, para se reunir com o presidente Trump na quinta-feira em cerimônia no palácio do planalto. "Eduardo Bolsonaro daqui a pouco viaja para os Estados Unidos. Vai se encontrar com o Donald Trump", comunicou o presidente.

Bolsonaro aproveitou a ocasião para agradecer o apoio de Donald Trump pela "sua defesa do Brasil por ocasião do encontro do G7".

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Negócios

Presidente dos EUA apoia Eduardo Bolsonaro

O presidente Donald Trump já havia elogiado a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro para a embaixada brasileira em Washington e quando foi questionado por Raquel Krahenbühl, correspondente da "Globonews", Trump foi enfático ao dizer que a indicação do nome de Eduardo à embaixada dos EUA, seria "uma grande escolha", e elogiou o presidente brasileiro.

"Bolsonaro é maravilhoso e tem uma família maravilhosa”, disse Trump.

Nesta sexta-feira (30), após a reunião com Donald Trump, Eduardo Bolsonaro disse, que o presidente dos Estados Unidos foi educado ao comentar a respeito da indicação de seu nome a embaixador, mas garantiu que o tema não foi aprofundado. "O presidente Trump reforçou sua intenção, de maneira bem educada, de apoiar a minha candidatura, mas não aprofundamos [o tema]", afirmou Eduardo.

Segundo o deputado quem irá decidir a possibilidade de ser embaixador serão os senadores do Brasil.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo