Sem dúvida, Sikêra Jr. é um dos âncoras mais engraçados do Brasil. Sempre de bom humor, o jornalista contratado da TV Arapuan, afiliada da Rede TV na Paraíba, e apresentador do programa Cidade em Ação, declarou seu voto ao parlamentar Jair Bolsonaro do PSL (Partido Social Liberal) à presidência da República. A declaração se deu ao vivo na segunda terça-feira (12) em uma entrevista concedida ao Pânico, na Rádio da Jovem Pan. Sikêra Jr. afirmou sentir que o país está mudando, e que a imprensa está percebendo isso; para ele, Jair Bolsonaro é "cheiro de mudança", e afirmou ainda, que Trump merece o Nobel da paz.

Publicidade
Publicidade

Pediu também perdão às feministas sobre declarações mal interpretadas e falou sobre sua jornada na carreira jornalística.

Muito conhecido pela frase humorística: "Você vai morrer maconheiro [...]", Sikêra disse utilizar isso como uma forma de alertar os jovens para a questão das drogas ilegais. Na questão de saúde, já confessou ter largado o cigarro, e ainda que tomava energético com mistura, ele acredita que tais coisas o levaram a um infarto.

A entrevista de pouco mais de 1 hora de duração com o pernambucano, de 51 anos, rendeu diversos assuntos, como, por exemplo, o desentendimento que teve com Mara Maravilha, e posteriormente o pedido de desculpas; pediu perdão ao vivo a feministas, mas também reclamou do "mimimi". "Não se pode mais fazer piada nesse país, tudo é mimimi", disse ele.

Publicidade

(Sikêra Jr. em chamada para sua estreia em 12 de março na TV Arapuan- Youtube)

Da fome à fama: a polêmica trajetória de Sikêra Jr.

Sikêra Jr. conquistou seu espaço com muito trabalho, dedicação, e confiança, mas no sentido da fama, declarou: "É incrível como as coisas acontecem na minha vida sabe, eu não tenho empresário, eu não tenho agente artístico, eu não tenho alguém que me leve e diga assim: vamos trazê-lo, olha, vamos botar ele como pauta".

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Eleições

O âncora disse que tudo é direto com ele: "As pessoas ficam até surpresas [...]", ressaltou.

Com 14 anos já começara na rádio, na cidade de Palmares em Pernambuco, "Terra da enchente", afirmou. "Já perdi tudo o que tinha lá". E ainda brincou: "Lá, a gente já nasce com guelra [...]; É...o apelido de papai era Aquaman [...]", disse, arrancando risos dos participantes. O jovem preferiu ser radialista a trabalhar em colégio agrícola. "Já reprovei 7 vezes na 7ª série", afirmou, citando fatos engraçados da época.

Na TV, galgou oportunidades na operação de áudio e em um comercial em frente às câmeras, com a geradora da Globosat (TV Independente no Recife), viajando com o SporTV na época, inclusive com Luciano Huck. "Aprendi muito", disse. Passou também pela Jovem Pan em Maceió, editando comerciais, ficando 17 anos no estado, no qual chegou desempregado. Sikêra citou que chegou a passar fome, mas foi ajudado.

Sikêra Jr. declara total apoio a Jair Bolsonaro; ainda no assunto política, citou Trump: "Merece um Nobel da paz"

Dado o levante da direita no país, após quase 13 anos da esquerda no poder, e situação econômica e política do país, Sikêra Jr foi enfático ao manifestar seu voto ao deputado Jair Bolsonaro ao vivo na Jovem Pan.

Publicidade

"Bolsonaro é o melhor para o Brasil", afirmou, destacando a mudança. Quando questionado o porquê, foi contundente: "[...] este país está desmantelado, virou brincadeira: se quebra vidro por brincadeira, se invade propriedade privada por brincadeira, se invade prédio, mata-se gente [...]". Confira as declarações do âncora no vídeo a seguir:

Ainda na leva de Jair Bolsonaro, Sikêra citou a falta de disciplina do país.

Publicidade

O comunicador também declarou que o presidente americano Donald Trump merece o Nobel da paz, por conta do sucesso nas negociações de paz com o ditador Kim Jong-un, dada a diplomacia militar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo