O escritor Olavo de Carvalho, que para muitos intelectuais e jornalistas é o “guru” do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), fez duras críticas aos deputados do partido do presidente. Ele nega ser o “guru” do governo e essa negação ganha reforço com as falas que ele demonstra no vídeo em seu canal no YouTube. Também no vídeo, fica claro um certo distanciamento do filósofo com o governo atual. Esse distanciamento se dá em virtude de alguns erros que o governo, segundo o escritor, anda fazendo nesses primeiros 16 dias.

As críticas de Olavo de Carvalho

No vídeo, Olavo fala de dois problemas. O primeiro é a ida dos deputados do PSL à China para negociarem um software de leitura facial que reforçaria a segurança no Brasil, isso fazendo um intercâmbio entre os dois países. O segundo, é a divulgação da vinda da rede norte-americana CNN para o Brasil.

Ele reforça no vídeo que não é guru de nenhum governo, e se fosse um guru, as pessoas não teriam nem coragem de apresentar ideias como as adotas no início de governo.

Olavo diz que esse software de leitura facial chinês, que os deputados foram negociar para o reforço da segurança no Brasil, poderia ser um meio de entrega da soberania brasileira à China, e poderiam ter acesso às gravações que contêm o programa. Os erros dos deputados do PSL, Carvalho disse, é ficarem envaidecidos com os cargos para os quais foram eleitos.

Porém, esse vídeo demonstrou um poder muito grande de influência do Olavo de Carvalho dentro da política nacional.

Duas personalidades muito fortes dentro do PSL começaram a seguir o filósofo: uma é a deputada federal recém-eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) e outra personalidade é o assessor de assuntos internacionais de Bolsonaro, Filipe Garcia Martin.

Segundo informações da Veja, Joice disse que essa viagem seria uma “porcaria”. Já o assessor de Bolsonaro, Martins, disse que empresas em governos que não possam ser transparentes não deveriam ter abertura no mercado brasileiro.

Martins ainda afirma que essa falta de critérios de transparência e de um controle criterioso pode trazer riscos à soberania do Brasil e tirar toda a liberdade e o direito individual básico e essenciais.

Carla Zambelli responde a Olavo de Carvalho

Zambelli, em seu Facebook, divulgou um vídeo onde responde o escritor no hotel onde está, pois é uma das pessoas que foram na viagem. Ela foi eleita deputada federal, e foi citada por Olavo.

No seu vídeo, a deputada explicou que nenhum deputado tem o poder de fechar negócio com o governo chinês, e que vai visitar outros países para ver outras tecnologias na área de segurança. Disse que é fã de Olavo –o qual chamou de professor– mas que nem sempre ele está certo. Porém, reconhece que sem ele o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) não sairia.

O vídeo de Olavo de Carvalho

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo