Segundo informações publicadas pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta terça-feira (12), os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) atuaram para que o Senado recuasse na abertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o "ativismo judicial" em tribunais superiores, apelidada de "Lava Toga".

Neste fim de semana, o jornal afirma que os ministros da Corte conversaram diretamente com senadores para tratar sobre o tema.

Publicidade
Publicidade

À princípio, os senadores Eduardo Gomes (MDB-TO), Tasso Jerelssalt (PSDB-CE) e Kátia Abreu (PDT-TO) haviam concordado com a abertura da comissão. Entretanto, desistiram antes que a mesma fosse instaurada.

A senadora Kátia Abreu se pronunciou, justificando que conversou com o ministro do Supremo Gilmar Mendes antes de tomar a decisão em recuar. Kátia avaliou que a abertura da comissão não estaria propícia para o momento atual do Brasil.

Publicidade

Então, ela frisou que poderia ocasionar uma crise institucional no país.

Por outro lado, o senador Alessandro Vieira (PPS-PE), autor do pedido, disse que houve uma espécie de retaliação por parte dos ministros da Corte.

Dias Toffoli se pronuncia sobre a 'Lava Toga'

Contudo, nesta terça-feira, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, declarou não haver qualquer tipo de interferência por parte dos ministros da Corte em relação à comissão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Corrupção

Em reunião ao lado do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, foi justificado que o entendimento da não abertura da CPI aconteceu com plena "pacificação" entre os poderes.

No Senado Federal, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), resolveu por cancelar o caso já que não haviam assinaturas suficientes para dar continuidade. Logo após a decisão de Alcolumbre, Dias Toffoli enviou um parecer positivo, dizendo que o Senado mostrou habilidade para evitar possíveis conflitos que poderiam ocorrer entre os Poderes.

Ainda assim, Toffoli enfatizou que, no momento, o Brasil precisa de união para poder voltar a se desenvolver e crescer.

Ainda segundo o Estadão, ministros ouvidos pelo jornal enfatizaram que o real sentido da CPI "Lava Toga" visava mirar os ministros do Supremo. Os ministros ouvidos fizeram a declaração em anonimato. Em tese, a CPI seria para atingir membros de tribunais superiores.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo