A apresentadora Ana Hickmann, da Record TV, virou assunto na noite desta quarta-feira (27). Tudo por causa de uma imagem que ela publicou nas redes sociais. Em sua conta oficial no Instagram, a ex-modelo internacional postou uma foto ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

"Hoje tive a honra de conhecer meu presidente", escreveu a apresentadora em sua postagem. Ao lado dela e do presidente está Alexandre Correa, marido de Ana e que coleciona diversas polêmicas nas redes sociais, especialmente no período eleitoral.

Apoiar Bolsonaro é algo que divide os seguidores dos Famosos. Muitos não se manifestam politicamente com medo da repercussão do caso.

Ana Hickmann sabia disso e teve que lidar com críticas e elogios no Instagram. "Corajosa", postou uma pessoa, criticando a atitude da loira.

Outro internauta comentou que deixaria de seguir a apresentadora e que estava decepcionado ao vê-la ao lado de Bolsonaro. Em meio às muitas críticas, também houve quem achasse a foto bonita e elogiasse a apresentadora por posar ao lado do chefe do Executivo.

A postagem já ultrapassou a marca de 175 mil curtidas e conta com mais de 16 mil comentários. O post prova que tudo que envolve o presidente Jair Bolsonaro causa polêmica e repercute muito.

Ana Hickmann se defende das críticas

Diante de muitas críticas por aparecer ao lado do presidente, Ana se defendeu com um textão. O desabafo mostra que a apresentadora não gostou de ser criticada pelos seguidores.

No texto, ela reconhece a importância da divergência de opiniões e do respeito.

Ela começa dizendo que viu todos os comentários e que não consegue entender as pessoas que acham que todo mundo deve ter a mesma opinião. Segundo ela, o país sempre fala em democracia, mas algumas pessoas não aceitam democracia.

Ana Hickmann cita ainda o livre arbítrio e garante que cada pessoa tem o direito de escolher o que acha melhor para elas.

Durante o período eleitoral, Ana não confirmou voto em Bolsonaro, mas seu marido, Alexandre, sim.

A apresentadora disse também que não se pode julgar uma pessoa porque ela tem uma opinião diferente da sua. De acordo com ela, uns gostam de magros, outros de gordos, e não se pode julgar ninguém por pensar diferente.

Ela afirma também que é preciso respeitar as pessoas, independente do partido político.

Ana Hickmann conclui o textão dizendo que não tem partido, mas tem o Brasil. Curiosamente, é uma frase parecida com que a Bolsonaro usou nas eleições, quando dizia que o seu partido era o Brasil.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!