Conforme informações da coluna Radar, da revista Veja, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, pode anunciar o fim do visto para americanos entrarem no Brasil. Na semana que vem, o mandatário brasileiro se encontrará com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e os dois podem estabelecer este critério. Entretanto, segundo informações da revista, a medida pode ser unilateral, já que, dificilmente Trump vai agir da mesma forma.

O presidente já assinou o documento e os ministros Sergio Moro e Ernesto Araújo já analisaram a decisão. Além dos Estados Unidos, a decisão de Bolsonaro vai ser estendida para cidadãos do Japão, Austrália e Canadá.

Demissão

Segundo informações do repórter José Maria Trindade, do site da Joven Pan, há alguns dias de viajar para os EUA, Jair Bolsonaro optou pela demissão do embaixador em Washington, Sérgio Amaral.

Além disso, anunciou que vai trocar 15 representantes brasileiros que estão no exterior.

Para o mandatário brasileiro, Sérgio Amaral não estaria levando uma imagem boa do Brasil para fora. Segundo a Jovem Pan, ele afirmou que muitas pessoas estão ainda vendo ele como machista, homofóbico e isso não condiz com a verdade, disse o capitão.

Um dos desafios do governo é passar a informação de grande aliado dos Estados Unidos e reconhecimento de um trabalho sério e dedicado em todo o mundo. As viagens internacionais servirão para essa função também.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

Equipamento militar

Jair Bolsonaro espera que a sua visita a Donald Trump possa trazer diversos benefícios para o Brasil. Entre as expectativas do capitão, estão o apoio do governo americano para a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), cooperação militar para que o Brasil possa melhorar sua capacidade de defesa e acordo sobre a base de Alcântara.

Em troca disso, o Brasil irá colocará um fim no visto de cidadãos americanos que vão ao país e proporcionar aos EUA várias oportunidades de investimento.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, comentou à Bloomberg News que o Brasil tem grande interesse em renovar o seu equipamento militar. A relação de amizade entre os dois países irá proporcionar esses fatores que o governo busca.

Após visita aos Estados Unidos, Bolsonaro irá para Israel, aumentando os laços de amizade com esse país.

O vice-presidente, Antonio Hamilton Mourão, contudo, informou que o Brasil não pretende ceder território para soldados americanos intervirem na Venezuela. Além disso, há a necessidade de aprovação do Congresso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo