O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está em Washington, nos Estados Unidos, para se encontrar com Donald Trump e conseguir apoio americano para anseios do Governo brasileiro, como por exemplo, alavancar a economia e fornecer incentivos aos investidores. Em uma entrevista à Fox News, Bolsonaro diz apoiar Trump na construção de um muro na fronteira dos EUA e do México. Segundo o mandatário brasileiro, "a maioria dos imigrantes não tem boas intenções".

Publicidade
Publicidade

A entrevista foi dada nesta segunda-feira (18).

Para o presidente do Brasil, a construção do muro é vista com bons olhos. Ele criticou a entrada de pessoas que, nem sempre, possuem boas reputações. Contudo, no mesmo dia, Bolsonaro dispensou a necessidade de visto aos cidadãos americanos que queiram entrar no Brasil. Além dos Estados Unidos, Bolsonaro estendeu essa dispensa para cidadãos da Austrália, Japão e Canadá.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, que acompanha seu pai na visita aos EUA, também fez uma declaração sobre os imigrantes. De acordo com ele, existem muitos brasileiros que vivem nos EUA ilegalmente, o que seria "uma vergonha para o país".

Situação na Venezuela

Jair Bolsonaro também comentou à Fox News sobre a situação caótica que envolve o povo venezuelano nas mãos do presidente Nicolás Maduro. Segundo o mandatário brasileiro, o Brasil poderia chegar a esse ponto caso o PT continuasse no poder. Em seu discurso, um pouco antes desta entrevista à Fox, Bolsonaro havia dito que contava com o apoio de Donald Trump e com a capacidade bélica americana para conseguir libertar o povo da Venezuela.

Publicidade

Vídeo postado no Carnaval e Marielle Franco

O presidente foi questionado sobre um vídeo considerado obsceno que ele divulgou nas redes sociais durante o carnaval. Segundo Bolsonaro, a sua postagem era para mostrar o que estava acontecendo nos blocos de rua, como um 'alerta' para a população.

Bolsonaro também criticou aqueles que falaram que ele tem envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco. O presidente rebateu e disse que nunca se envolveu com milícias.

Conforme suas declarações, ele é do Exército Brasileiro e possui muitos amigos policiais do Rio de Janeiro.

Ele disse que, por ironia, um dos policiais envolvidos na morte de Marielle mora do outro lado da rua no seu condomínio. Só por causa disso, Bolsonaro disse que já o acusam de envolvimento na morte da vereadora.

Leia tudo